Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > METALÚRGICOS DA CUT APROVAM BANDEIRAS DE LUTAS DA CAMPANHA SALARIAL

Metalúrgicos da CUT aprovam bandeiras de lutas da Campanha Salarial

29/06/2009

Escrito por: Fonte: Agência FEM-CUTSP -Viviane Barbosa

Metalúrgicos da CUT aprovam bandeiras de lutas da Campanha Salarial

Mais de 300 dirigentes de 13 sindicatos metalúrgicos cutistas (foto) participaram, no sábado, dia 27, da Plenária Estatutária da FEM-CUTSP. A atividade aconteceu na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC. O técnico do Dieese do SMABC, Fausto Júnior, os presidentes da CUTSP, Adi Lima, e da CNM-CUT Carlos Alberto Grana e o Ministro Paulo Vanuchi, da Secretaria Especial de Direitos Humanos, órgão ligado à presidência da República, foram alguns dos convidados que prestigiaram a Plenária (Acompanhe no Portal da FEM, em Atualidade, a cobertura especial dos debates).

O presidente do SMABC, Sérgio Nobre, abriu os trabalhos, ao lado do presidente da Federação, Valmir Marques (Biro Biro), do Diretor da Executiva da CUT Nacional e ex-presidente do SMABC, José Lopes Feijóo, da Secretária da Mulher da FEM, Rosimar Dias Machado (Rosi), do Diretor da FEM, José Carlos, e do presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Santo André, Cícero Firmino (Martinha).

No seu discurso, Nobre disse que neste ano a Campanha Salarial não será fácil, porque o cenário de hoje é bem diferente do ano passado. “A crise financeira mundial atingiu parte do setor metalúrgico. Por exemplo, o setor automobilístico está indo bem, graças à medida do governo federal que reduziu e prorrogou o Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). Já o setor de máquinas tem atravessado dificuldades”, explicou.
No entanto, ressaltou que o governo Lula deve anunciar na segunda-feira, dia 29, a prorrogação do IPI para o final de setembro e também lançará um novo pacote de desoneração de impostos para o setor de bens de capital. O presidente do SMABC reforçou que “a unidade dos metalúrgicos nesta Campanha será fundamental para celebrar bons acordos”.

Reivindicações e calendário de assembleias

Os dirigentes aprovaram por unanimidade as seguintes bandeiras de lutas que nortearão a Campanha do ramo neste segundo semestre: reposição integral do índice de inflação; aumento real do salário; valorização nos pisos salariais; redução da jornada de trabalho sem redução no salário; liberdade de organização sindical e ampliação dos direitos sociais.

Outro encaminhamento é que no período do dia 29 de junho a 19 de julho os sindicatos deverão realizar as assembleias para apresentar os eixos da Campanha para a categoria.

No dia 23 de julho, a FEM-CUT fará um lançamento oficial da Campanha e, na ocasião, entregará às bancadas patronais as pautas de reivindicações do ramo metalúrgico.

Estão em Campanha 220 mil metalúrgicos dos setores automobilístico (Montadoras), máquinas, eletrônicos (Grupo 2), autopeças, forjaria, parafusos (Grupo 3), trefilação, artefatos de ferro, materiais ferroviários entre outros (Grupo 8); funilaria, mecânica, material bélico entre outros (Grupo 10), fundição e aeroespacial. As datas-bases iniciam em setembro (Montadoras, Aeroespacial, Fundição e Grupos 2, 3 e 8) e terminam em novembro (Grupo 10).

Bandeiras de lutas da Campanha dos Metalúrgicos da CUT

Reposição integral do índice de inflação;
Aumento real do salário;
Valorização nos pisos salariais;
Redução da jornada de trabalho sem redução no salário;
Liberdade de organização sindical;
Ampliação dos direitos sociais.





  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br