Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > SERVIDORES DO HOSPITAL GERAL DE GOIÂNIA VOLTAM A FAZER 30 HORAS

Servidores do Hospital Geral de Goiânia voltam a fazer 30 horas

31/10/2011

Dr. André Luis Braga autorizou, mesmo que temporariamente, o direito dos servidores do Ministério da Saúde cedidos ao HGG, de fazer às 30 horas semanais.

Escrito por: Assessoria de Comunicação do Sintfesp-GO/TO

   

       As quarenta (40) horas semanais que os servidores do Ministério da Saúde, cedidos a Secretaria Estadual de Saúde, estavam sendo obrigados a fazer no Hospital Geral de Goiânia (HGG) foi tema de reunião no dia 13 de outubro, entre os diretores do SINTFESP-GO/TO Terezinha Aguiar e Luis Carlos Campos, servidores, além de uma representante da CUT-GO, Stefânia Nolasco, com o Diretor Geral da Unidade, Doutor André Luis Braga.


        Durante o encontro o diretor ouviu atentamente as reivindicações dos servidores e ainda relatos de assédio moral sofridos por servidores lotados na unidade para que às 40 horas fossem cumpridas. Diante das argumentações do SINTFESP e dos servidores o Diretor Geral do Hospital Geral de Goiânia, Andre Luis Braga, prometeu que iria verificar cuidadosamente o caso.


        Dias depois, após estudar o assunto, o Dr. André Luis Braga autorizou, mesmo que temporariamente, o direito dos servidores do Ministério da Saúde cedidos ao HGG, de fazer às 30 horas semanais. O diretor geral da unidade baseou sua decisão na Circular nº 18/2007-SAF de 03 de novembro de 2007 assinada pelo então Superintendente de Administração e Finanças da Secretaria Estadual de Saúde, Antônio Durval de Oliveira Borges.


        Com base neste documento o Diretor Geral do HGG, André Luis Braga através do Comunicado Interno (CI) nº 291/11, do dia 20 de outubro, autorizou a manutenção das 30 horas. Contudo, ele deixou claro que a decisão não tem caráter definitivo, devendo ficar em vigor até que haja uma manifestação conclusiva do Secretário Estadual de Saúde, Antônio Faleiros.


        Tanto os servidores, quanto o SINTFESP, recebem com alegria a decisão. Contudo, a diretoria do sindicato lembra que a implantação das 30 horas foi conseguida após uma vitória histórica dos servidores garantida pela lei 8.112. Por isso, ficará atenta a questão e continuará lutando para que os direitos dos servidores sejam respeitados.

    

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br