Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > ASSESSORIAS JURÍDICAS DE ENTIDADES REÚNEM-SE PARA REVERTER GOLPE NA ADMINISTRAÇÃO DA GEAP

Assessorias jurídicas de entidades reúnem-se para reverter golpe na administração da Geap

24/06/2016

Juíza Kátia Balbino de Carvalho, da 3ª Vara Federal em Brasília, deferiu tutela antecipada da Geap à União, suspendendo a redução do reajuste de 37,55% para 20% nos planos de saúde operados pela Geap

Escrito por: Sintfesp GO

 

Na quarta-feira, dia 22/06, entidades representativas da maioria dos servidores associados à Geap, entre elas CONDESEF, FENASPS, CNTSS/CUT, vão reunir suas assessorias jurídicas para discutir estratégias visando reverter judicialmente à intervenção golpista do governo interino de Temer na Geap Autogestão em Saúde.


As assessorias jurídicas vão debater medidas que possam ser adotadas na tentativa de reverter judicialmente o aumento abusivo de 37,55% imposto ao plano de saúde. Na semana passada, a Justiça deferiu tutela antecipada da Geap à União, suspendendo a redução do reajuste para 20% nos planos de saúde operados pela Geap.

 
Em alguns estados a Justiça já se posicionou de forma favorável ao pedido de anulação de reajuste com percentual muito acima do praticado pelo mercado. Esta semana, as entidades também vão discutir a realização de um ato em defesa da Geap e dos planos de autogestão.

 

Intervenção golpista

 

Através de liminar judicial, o governo interino de Temer fez uma intervenção autoritária na Geap, destituindo as direções da entidade e do seu Conselho Nacional de Administração (Conad).


Deferida na tarde da terça-feira (14/06), a decisão da 3ª Vara Federal em Brasília também vetou a redução administrativa do aumento dos planos da Geap de 37,55% para 20% e desfez as mudanças do Estatuto do Conselho de Administração da Geap (Conad), que permitiram a eleição de um representante dos servidores para presidir o Colegiado.

 
A intervenção golpista foi tema da audiência pública realizada na Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara de Deputados, na quinta-feira (16/06), solicitada pelo deputado federal Jorge Solla (PT-BA). Na ocasião, o presidente deposto do conselho do Geap, Irineu Messias, criticou as mudanças por meio de liminar sem que houvesse dado direito ao contraditório à atual diretoria.

 
“Foi uma medida de força, o poder judiciário munido de informações incorretas nos afastou, os assistidos, que há muitos anos pleiteávamos para comandar os destinos desta gloriosa autogestão. Estávamos fazendo algo para interesse dos assistidos, que financiam em mais de 70% a Geap. Estamos sendo proibidos de decidir o nosso próprio destino”, afirmou o dirigente sindical.

 

Diante disso, o Sindsprev-PE e demais entidades integrantes dos planos de saúde da Geap manifestaram repúdio a mais uma afronta do Governo Temer contra os interesses e as conquistas dos servidores.  As entidades sindicais com assento no Conad entraram com recursos solicitando suspensão da liminar impetrada pela União visando reverter esse ataque contra a Geap e seus assistidos.

 

Com informações do portal da Condesef

 

Leia mais 



Governo Temer dá um golpe na Administração da Geap através de ação judicial 

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060