Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > SINDSAÚDE BA: CAMPANHA SALARIAL MOBILIZA CATEGORIA

Sindsaúde BA: campanha salarial mobiliza categoria

17/08/2016

Discussões com sindicatos patronais ainda apresentam impasse; trabalhadores estão organizados e podem, inclusive, propor greve caso as negociações não avancem

Escrito por: Sindsaúde Ba

 

 

 

Os trabalhadores da área da saúde privada do Estado da Bahia estão em processo de negociação da campanha salarial 2016. A direção do Sindsaúde BA tem representando estes profissionais nas discussões com os sindicatos patronais que envolvem equipamentos de saúde administrados pelos setores privado e filantrópico. O Sindsaúde BA representa cerca de 50 mil trabalhadores da Capital e do interior do Estado.

 

As discussões com o setor filantrópico estão passando por impasse em virtude da proposta apresentada pelos patrões de postergar as negociações para outubro, sendo que a data base é maio. Além de levar as negociações para mais três meses, a iniciativa apresentada não contemplava a retroatividade para os índices negociados. O Sindicato levou a questão para ser debatida na Superintendência do Trabalho. Até agora, de acordo com lideranças dos trabalhadores, não houve avanço.

 

A debate com o setor privado também está acontecendo. O Sindicato, que participa da mesa de negociação com o setor patronal, destaca que ainda não houve o término do diálogo. O ponto de discordância está centrado no índice de 5% de aumento proposto pelos patrões. Os trabalhadores estão trabalhando como índice de 9%, que é o INPC do período. Haverá nova rodada de negociações na próxima sexta-feira, 19 de agosto.

 

Os dirigentes sindicais estão mobilizando a categoria através de manifestações nas portas dos equipamentos de saúde para atualizar os trabalhadores e dialogar com a população sobre a queda de braço com os patrões e os problemas da saúde no Estado. Os profissionais estão mobilizados e podem até discutir a necessidade de realização de uma greve por tempo indeterminado caso as negociações não avancem.

 

De acordo com Antônio Raimundo Carvalho, dirigente do Sindsaúde BA e da direção Executiva da CNTSS/CUT – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social, o sindicato está seguindo uma agenda de paralisações nos equipamentos de saúde. Na quarta-feira, 10/08, foi a vez de uma mobilização na porta do Hospital Santa Isabel. “Tivemos uma quantidade expressiva de trabalhadores na manifestação. Eles estão do lado do sindicato na luta para que os patrões respeitem nossos direitos. Os sindicatos patronais continuam apresentando propostas muito aquém da expectativa dos trabalhadores”, afirma .

 

 

José Carlos Araújo

Assessoria de Imprensa da CNTSS/cUT

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060