Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > TRABALHADOR DA SAÚDE REALIZA ASSEMBLEIA E ATO DE PROTESTO NA SEXTA (02/09)

Trabalhador da saúde realiza assembleia e ato de protesto na sexta (02/09)

01/09/2016

Objetivo é ratificar a greve e autorizar interposição de dissídio coletivo

Escrito por: Sindsaúde ABC

 

A Campanha Salarial dos trabalhadores na saúde privada e filantrópica do ABC caminha para seu momento decisivo. Nesta sexta-feira (02/09), haverá assembleia geral e ato de protesto para ratificar a greve, já aprovada pela categoria, e autorizar a interposição de dissídio coletivo.

 

Segundo o presidente da entidade, Almir Rogério “Mizito”, não há outra forma para decidir a Campanha Salarial deste ano. “Nossa data-base é 1º de maio, mas desde fevereiro o Sindicato vem se empenhando para decidir um acordo que contemple a categoria. Infelizmente, não é essa a vontade dos sindicatos patronais, que até agora não apresentaram uma contraproposta que possa ser colocada em votação”, afirma.

 

Ao contrário, continuou o dirigente, o que tem sido colocado na mesa de negociações não dá nem para ser chamado de proposta. “Querem dar reajuste abaixo da inflação, parcelado a perder de vista ou, então, não querem dar nada, como é o caso da Fundação do ABC”, denuncia Mizito. A exceção fica por conta do Sinpavet (sindicato patronal dos médicos veterinários), que já fechou acordo.

 

Discriminação – Além do mais, ainda segundo o presidente do Sindicato, os mesmos grupos patronais que negociam com o SindSaúde ABC estão oferecendo mais para os sindicatos do interior, o que caracteriza discriminação. “E justo aqui no ABC, onde o custo de vida é mais alto”, lembrou.

 

É o caso do Sindhosp (hospitais, clínicas e laboratórios), que em Rio Claro ofereceu a reposição integral da inflação do período, de 9,83%. Também o Sindhosfil (santas casas e hospitais filantrópicos), que já fechou acordo em Osasco e Guarulhos, também com reposição integral da inflação, em duas vezes. Já o Sinamge (empresas de medicina de grupo) ofereceu 9,80% em duas vezes para Sorocaba, segundo informações do sindicato dos trabalhadores de lá.

 

“Não temos outra saída a não ser entrarmos com o dissídio coletivo. O aviso de greve já foi aprovado e nos últimos dias intensificamos a mobilização da categoria para decidirmos os rumos da Campanha Salarial”, afirmou o presidente do Sindicato.

 

 

 

Maria Helena Domingues, jornalista do SindSaúde ABC

 

  

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060