Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > ASSEMBLEIA DO SINDSPREV-PE APROVOU ESTADO DE GREVE EM PERNAMBUCO

Assembleia do Sindsprev-PE aprovou estado de greve em Pernambuco

01/08/2017

Deflagração da greve depende da unidade das diversas categorias que devem se mobilizar para derrotar as ofensivas do governo Temer

Escrito por: Sindsprev-PE

 

 

 

Na sexta-feira (28/07), no seu auditório, o Sindsprev realizou assembleia para discutir a Conjuntura Atual, Campanha Salarial e definição de propostas para a Plenária Nacional da CNTSS/CUT.  

 

Assembleia aprovou estado de greve e construção de greve geral unificada de todos os servidores federais. Para isso, a direção do Sindsprev PE deverá realizar reunião em todos os locais de trabalho.

 

A deflagração da greve depende da unidade das diversas categorias que devem se mobilizar para derrotar as ofensivas do governo Temer.

 

Também foram eleitos os delegados que vão participar da Plenária Nacional da CNTSS/CUT, na quinta-feira, 3 de agosto, em Brasília, onde serão apresentadas as propostas aprovadas na assembleia do Sindsprev-PE.

 

No período de 04 a 06/08 acontecerá a Plenária Ampliada do FONASEFE - Fórum Nacional dos Servidores Federais para debater a pauta da campanha salarial, cumprimento do acordo de 2015 e Greve dos federais.

 

Debate - Na análise da atual conjuntura, foi destacada a necessidade da união de todos servidores federais para o enfrentamento aos constantes ataques do governo golpista de Temer aos direitos dos servidores públicos e classe trabalhadora em geral. 

 

Quem está pagando indevidamente a conta da crise e do " ajuste fiscal " são os servidores, trabalhadores dos setores privados e a população que mais precisa de proteção social.

 

Campanha Salarial- Foram apresentadas as principais reivindicações da Campanha Salarial dos Servidores Públicos Federais (SPF) de 2017, cuja pauta foi entregue ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), em fevereiro, sem nenhuma resposta concreta do governo até o momento. 

 

Entre os principais pontos da pauta protocolada, destacam-se: reposição das perdas salarias acumuladas em 19,11% (índice do Dieese); luta por uma política salarial permanente; incorporação das gratificações; paridade entre ativos, aposentados e pensionistas; definição de data-base (1º de maio) e isonomia salarial entre os poderes.

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060