Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > SINDSAÚDE ES: MILITÂNCIA POR SAÚDE PÚBLICA DE QUALIDADE PERDE SEU PRINCIPAL EXPOENTE NO ESTADO

Sindsaúde ES: militância por saúde pública de qualidade perde seu principal expoente no Estado

28/01/2019

Diretor do Sindsaúde Espírito Santo, Valdecir Nascimento denunciou mortes de prematuros e terceirização dos hospitais

Escrito por: Site Século Diário

 

 

A militância dos movimentos sociais do Espírito Santo, em especial ligada à área da saúde, foi surpreendida na manhã da quarta-feira (23/01) com o falecimento de Valdecir Gomes Nascimento, secretário de Comunicação do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde no Estado (Sindsaúde-ES) e também fonte assídua e importante de Século Diário. Para todos, uma perda irreparável tanto pelo espírito combativo de Valdecir quanto pelo conhecimento que adquiriu à frente do movimento sindical e na defesa da saúde pública durante décadas.

 

Por meio de suas redes socais, o Sindsaúde-ES comunicou, com muito pesar, o falecimento do secretário de Comunicação da entidade, ocorrido na madrugada da quarta. Nos últimos meses, segundo o comunicado, Valdecir enfrentava um tratamento cardíaco.

 

Mineiro de Governador Valadares, Valdecir dedicou grande parte dos seus 56 anos de vida ao movimento sindical em favor da saúde pública capixaba. “Um amigo tão generoso e militante ferrenho, Valdecir fará muita falta. Eu e toda a diretoria do Sindsaúde-ES somos muito gratos por todo empenho e entrega do guerreiro Valdecir na luta sindical e nas relações pessoais de amizade e companheirismo”, disse emocionada a presidente do Sindicato, Geiza Pinheiro.

 

Após ter iniciado o expediente da quarta-feira (23), a diretoria e funcionários do Sindsaúde-ES foram surpreendidos com a notícia do falecimento do secretário de Comunicação da entidade. Como forma de homenagem, o Sindicato resolveu suspender o expediente ao meio-dia.

 

Lutas recentes

 

Em 2018, Valdecir teve protagonismo em diversas denúncias publicadas por Século Diário, que teve o líder sindical como fonte que nunca teve medo de se expor. Numa delas, Valdecir Gomes levou a conhecimento público o aumento de mortes de prematuros internados na Unidade de Terapia Intensiva Neonatal - Utin Neonatal - após a terceirização do Hospital Infantil de Vila Velha, o Himaba, em outubro de 2017

 

Procurado por mães e familiares dos bebês mortos, Valdecir também teve acesso a um relatório da própria Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), indicando que no período de seis de outubro até 22 de dezembro de 2017, menos de três meses, quase 30 recém-nascidos morreram na Utin do Himaba. Para se ter uma noção do aumento, ex-servidores do hospital citam um relatório que registrou as mortes ocorridas nos meses anteriores à terceirização, cuja valor era de sete em toda a unidade. Apenas em setembro, mês da transição para a OS, essa quantidade saltou para 15. 

 

De acordo com a Classificação Estatística Internacional de Doenças e Problemas Relacionados com a Saúde (CID), indicado por próprios trabalhadores da unidade no relatório, boa parte por infecção, o que levou a quadros de septicemia. Mas não apenas isso. Antigos e atuais trabalhadores, incluindo médicos que atuaram na Utin, e o Sindsaúde-ES elencam outros fatores, como a iatrogenia (aplicação equivocada de remédios) e também a não administração devida dos medicamentos, além de descuidos com diversos protocolos, incluindo os de higienização. 

 

Já no dia 19 de dezembro do ano passado, foi veiculada entrevista gravada pela TV Século e realizada pelo jornalista Rogério Medeiros com Valdecir Gomes Nascimento. Em 16 minutos, Valdecir fez um balanço das três gestões de Paulo Hartung, especificamente na área da saúde, classificando como “uma receita macabra para o Espírito Santo”, incluindo o sucateamento dos hospitais estaduais como forma de justificar a terceirização das unidades. Valdecir relatou ainda a falta de diálogo do ex-governador com os servidores e a falta de valorização da categoria.

 

Homenagens

 

Diversos líderes sindicais e integrantes de entidades e organizações do movimento social, além de colegas de trabalho, fizeram homenagens a Valdecir Nascimento nas redes sociais. Tadeu Guerzet, presidente do Sindicato dos Servidores Públicos do Estado (Sindipúblicos-ES), se manifestou: “Faleceu meu caro camarada Valdecir, do Sindsaúde. Perdemos sua garra, sua convicção na causa do povo e sua alegria nos momentos de descontração. Sua presença seguirá inspirando nossos combates cotidianos”.

 

Já Ronaldo Cassundé, responsável pela Comunicação do Sindsaúde-ES e amigo de longa data, escreveu: “Acabo de receber uma daquelas notícias que abalam profundamente: Meu amigo Valdecir Gomes Nascimento, atual diretor de Comunicação do Sindsaúde-ES, partiu para não mais voltar. A gente se conhecia desde a década de 1990, quando eu ainda era diretor do DCE [Diretório Central de Estudantes] da Ufes. Levarei para sempre o orgulho de, por várias ocasiões, ter participado de jornadas memoráveis ao lado deste guerreiro da luta por saúde pública de qualidade! Siga em paz, camarada”.

 

Nada mais forte que as próprias palavras de Valdecir em uma de suas últimas postagens nas redes sociais: “Onde houver injustiça social, lá estarei erguendo a bandeira e disposto a lutar contra a forma da elite de governar excludente”. 

 

Para a equipe de Século Diário, em especial a repórter que escreve, desejamos: “Descanse em paz, companheiro! Sua lembrança e luta estará sempre entre nós!”. 

 

 

 

Jussara Baptista

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060