Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > SINDSAÚDE SP DENUNCIA QUE DÓRIA SERÁ RESPONSÁVEL PELO EXTERMÍNIO DOS IDOSOS QUE TRABALHAM NA SAÚDE

Sindsaúde SP denuncia que Dória será responsável pelo extermínio dos idosos que trabalham na saúde

23/03/2020

SindSaúde-SP não vai permitir tal negligência, vamos acionar a justiça buscando a proteção dessas pessoas e vamos organizar as unidades de saúde para impedir uma tragédia anunciada

Escrito por: SindSaúde-SP

 

 


 

Dando continuidade aos projetos fascistas do governo federal, o governador de São Paulo está colocando na pauta o extermínio dos idosos do estado. Das 18 mortes já confirmadas, 15 são do Estado de São Paulo apenas uma das mortes registradas tinha menos de 50 anos e tinha problemas de saúde.

 

Com suas políticas neoliberais, que prioriza o econômico acima do social, Jair Bolsonaro e João Doria Jr. colocam em pauta a lei do estado mínimo, que corta investimentos nas áreas públicas, como saúde, educação e segurança.

 

O governo estadual segue parte das orientações do Ministério da Saúde e está promovendo a quarentena dos suspeitos de estarem infectados por Covid-19, provocou a redução do fluxo de pessoas nas cidades e até promulgou regras de confinamento e com essas medidas afirma estar cuidando da sociedade.

 

Contudo, mantém uma visão preconceituosa sobre o funcionalismo público prevalece e Doria não liberou do trabalho as trabalhadoras e os trabalhadores da saúde que possam ser considerados do grupo de risco, como pessoas acima de 60 anos, gestantes, diabéticos, .

 

Mais de 60% das trabalhadoras e dos trabalhadores da saúde ligados ao governo do Estado estão acima de 50 anos, destes mais de 15% tem mais de 60 anos, e muitos deles possuem doenças crônicas. Estas pessoas não se negam a trabalhar, mas elas podem morrer se não foram tratadas com o cuidado merecido.

 

Enquanto nos países europeus são feitos pesados investimentos para combater o avanço do Covid-19, no Brasil eles propõem cortes nos salários, riem do problema, na cara do povo. Estamos morrendo, e ainda mal começou. Trabalhadores da saúde no estado, em sua maioria, idosos, são obrigados a irem trabalhar, enfrentando transporte precário, lotados e sujos.

 

No desespero, trabalhadores idosos estão ameaçando pedir demissão para se protegerem. Com o governo ameaçando ainda reduzir os salários dos trabalhadores públicos, nos restaram poucas alternativas.

 

Na Itália, com condições parecidas com o Brasil, morreram 793 pessoas nas últimas 23 horas. No Brasil o pico da doença ainda não chegou, o que acontecerá nos próximos 2 meses. Sem controle, com deboches, risos, e descaso, milhares de pessoas irão perder a vida no Brasil e, a maioria, sexagenários.

 

Precisamos cuidar de quem cuida e proteger aqueles que já deram suas vidas pelo serviço público da saúde. O SindSaúde-SP não vai permitir tal negligência, vamos acionar a justiça buscando a proteção dessas pessoas e vamos organizar as unidades de saúde para impedir uma tragédia anunciada.

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br