Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > SERVIDORES DECIDEM PELO ESTADO DE GREVE E POR ACIONAR JUSTIÇA CONTRA REABERTURA DE AGÊNCIAS DO INSS EM GOIÁS E TOCANTINS

Servidores decidem pelo estado de greve e por acionar Justiça contra reabertura de Agências do INSS em Goiás e Tocantins

11/09/2020

Decisão foi tomada em assembléia realizada nesta sexta-feira, 11/09, como forma de preservar as vidas dos trabalhadores e dos beneficiários do INSS durante período de pandemia

Escrito por: Sintfesp GO

 

Trabalhadores e trabalhadoras do INSS de Goiás e do Tocantins decidiram em assembleia na manhã desta sexta-feira, dia 11 de setembro, pelo ESTADO DE GREVE diante do anúncio da direção geral da autarquia de um possível retorno do atendimento presencial na próxima segunda, dia 14. Também deliberaram e autorizaram a direção do Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde e Previdência Social de Goiás e Tocantins – Sintfesp-Go/To a ingressar com ação na justiça para impedir a reabertura de agências nos dois estados.

 

A categoria e a direção do sindicato, com base em informações técnico-científicas, avaliam que o índice de contaminação pela Covid-19 ainda é altíssimo e as condições ambientais nas Agências da Previdência Social – APSs não são seguras. Os/as servidores/as são favoráveis ao melhor atendimento à população, que tanto precisa do INSS, mas isso deve ocorrer com total resguardo da saúde da categoria e da população beneficiária da Previdência Social, o que em meio à pandemia só é possível atualmente (mesmo que precariamente) de forma remota.

 

Há grande expectativa também acerca do resultado de reunião que ocorre hoje a partir das 19 horas entre representantes das entidades nacionais representativa dos servidores – FENASPS e CNTSS/CUT – com o presidente do INSS, Leonardo Rolim. Na audiência as entidades estão reafirmando a posição contrária à abertura das agências e cobrando todas as garantias necessárias para que a vida dos servidores e da população seja preservada. O Brasil está em segundo lugar no mundo em número de mortos pela Covid-19 e em primeiro em óbitos de profissionais de saúde.

 

A assembleia também decidiu pela formação de uma comissão de greve, da qual além da direção do Sintfesp-Go/To farão parte servidores das APSs, para acompanhamento e monitoramento de tudo relacionado ao seu futuro funcionamento presencial, se for o caso. Será composta também uma comissão de saúde que visitará as unidades e acompanhará casos de servidores que são do grupo de risco, em caso de exigência de que trabalhem presencialmente.

 

Trabalhadores do INSS da capital e do interior foram orientados pela direção e pela assessoria jurídica do sindicato a registrar e documentar toda e qualquer irregularidade (condições ambientais, falta de EPIs ou EPIs vencidos, se há acrílico de separação não apenas entre atendente e segurado, mas também entre atendentes, entre outras medidas de segurança) para, se for o caso, o Sintfesp ingressar com denúncia junto ao Ministério Publico do Trabalho e ao Ministério Público Federal, visando proteger o direito à vida dos beneficiários do INSS e da população em geral.

 

 

 

Cláudio Marques

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br