Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > CUT DEBATE MUDANÇAS NO CÓDIGO FLORESTAL

Cut debate mudanças no Código Florestal

29/04/2011

Propostas da CUT serão entregues a autoridades federais e parlamentares

Escrito por: Cut Nacional

Cut debate mudanças no Código Florestal Seminário da CUT conclui que Código Florestal precisa ser atualizado, desde que a nova lei não prejudique o desenvolvimento sustentável

Escrito por: Marize Muniz

Mais de 250 trabalhadores rurais, deputados do PT que defendem a agricultura familiar, representantes do Greenpeace, Federação dos Trabalhadores na Agricultura Familiar (Fetraf-Brasil) e Via Campesina, participaram dia (27), em Brasília, do seminário organizado pela CUT para debater mudanças no Código Florestal.

Para os debatedores, o Código Florestal é estratégico para um país como o Brasil que quer preservar seus recursos naturais e continuar produzindo. No entanto, se o relatório sobre alterações no Código, cujo relator é o deputado Aldo Rebelo (PCdoB), for aprovado, os prejuízos para o desenvolvimento sustentável e a agricultura familiar brasileira serão enormes.

“Se for votado como está, esse relatório colocará em risco toda a possibilidade de utilização dos nossos recursos naturais e, portanto, do processo de construção de um modelo de desenvolvimento sustentável no país”, disse Carmen Foro, secretária do Meio Ambiente da CUT.

“É um retrocesso para o Brasil”, falou o deputado federal Padre Tom (PT-RO).

“Para nós - da agricultura familiar - será um grande golpe se essa votação ocorrer nos próximos dias. Será uma vitória do agronegócio”, alertou Elisângela Araújo, presidente da Fetraf.

“Esse é o relatório dos ruralistas”, concluiu José Batista, da Via Campesina.

Carmen sugeriu a construção de uma proposta em que “prevaleça a dignidade da sociedade brasileira, seja do campo ou da cidade”. Para isso, todos concordaram que é preciso fazer mobilizações em todo o país, até mesmo para explicar para o povo o que representa a aprovação do substitutivo do deputado Aldo Rebelo.

No encerramento do seminário, a deputada federal Luci Choinacki (PT-SC), que presidiu a mesa, sugeriu encaminhar o documento elaborado pela CUT, com propostas de melhoria e atualização do Código Florestal, para ministros, lideranças da Câmara dos Deputados e também para o deputado Aldo Rebelo.

A deputada Luci pediu ainda que todos os trabalhadores rurais e representantes da sociedade civil organizada mantenham as mobilizações e realizem atos em todo o país contra o relatório de Aldo. “Ele é prejudicial para toda a sociedade”, disse ela.

Leia na íntergra o documento


28.04 panfleto-seminariocodigodlorestal.pdf
  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br