Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > MP QUESTIONA GOVERNO DORIA POR VACINAÇÃO DE PROFISSIONAIS DE SAÚDE DO HOSPITAL DAS CLÍNICAS

MP questiona governo Doria por vacinação de profissionais de saúde do Hospital das Clínicas

02/02/2021

MP quer saber por que o governo não está priorizando os trabalhadores da linha de frente da Covid-19 na vacinação. Ou seja, há gente furando a fila da vacinação no hospital

Escrito por: Sindsaúde SP

 

A vacinação de profissionais de saúde do Hospital das Clínicas de São Paulo virou alvo de questionamento do Ministério Público. Conforme reportagem publicada na sexta-feira (22/01) pelo jornal “Folha de S.Paulo”, o MP quer saber por que o governo não está priorizando os trabalhadores da linha de frente da Covid-19 na vacinação. Ou seja, há gente furando a fila da vacinação no hospital.

 

De acordo com o questionamento do MP, o HC - ligado à Universidade de São Paulo (USP) e, portanto, ao governo do estado - não estaria obedecendo o critério previamente estabelecido de vacinar primeiro as trabalhadoras e trabalhadores que estão cuidando diretamente de pacientes com Covid, e não os demais.

 

Como não há doses suficientes da vacina Coronavac para todas as trabalhadoras e trabalhadores da saúde, o governo do estado teve que mudar o calendário de vacinação. Por isso, ficou estabelecido que os profissionais mais vulneráveis ao contágio, seriam os primeiros a serem imunizados.

 

Ofício

 

Mas não é o que está ocorrendo, conforme apontou o MP. Segundo a reportagem, a promotora Dora Martin Strilicherk enviou ofício ao secretário estadual da Saúde, Jean Gorinchteyn, questionando por que estão sendo vacinados profissionais que não estão lidando diretamente com a Covid-19.

 

No ofício, ela diz que o “Hospital das Clínicas (tal como os demais hospitais-escola do estado), não obstante sua importância e o grau de excelência de seus profissionais, é apenas mais uma da extensa rede de saúde paulista, devendo se sujeitar a todas as regras e critérios definidos para a vacinação no estado de São Paulo, sem privilégios ou discrepâncias em relação aos parâmetros estabelecidos aos demais”.

 

Ainda segundo a reportagem, estariam sendo vacinados funcionários do hospital do setor administrativo e alguns que estão trabalhando de suas casas.

 

O HC já teria imunizado 24 mil pessoas dos seus 40 mil funcionários, o que corresponde a 60% do quadro de trabalhadoras e trabalhadores.

 

Outro lado

 

A Secretaria de Estado da Saúde disse à reportagem que foi notificada pelo Ministério Público e que prestará todos os esclarecimentos necessários dentro do prazo.

 

 

Fonte:  https://bit.ly/3jbIcjC

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br