Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > SERGS DEFENDE, JUNTO AO MPT, GARANTIAS AOS TRABALHADORES DA ULBRA

SERGS defende, junto ao MPT, garantias aos trabalhadores da ULBRA

18/11/2010

Escrito por: Fonte - Sergs

SERGS defende, junto ao MPT, garantias aos trabalhadores da ULBRA O Sindicato dos Enfermeiros no Estado do Rio grande do Sul (SERGS) esteve, na manhã de quarta-feira, 19, reunido com o Ministério Público do Trabalho e representantes de outras categorias de servidores da saúde, da Ulbra, da prefeitura Municipal de Canoas e do Conselho Estadual de Saúde, para debater a situação dos trabalhadores do Hospital Universitário da Ulbra, em Canoas. A instituição deverá ter hoje aberto os envelopes de possíveis interessados em administrar o HU a partir de edital lançado pela Prefeitura Municipal.

No encontro, a presidenta do SERGS, Nelci Dias, criticou a forma como a administração de Canoas tomou as decisões, sem considerar a questão dos trabalhadores. “É um absurdo que um gestor público assuma um hospital apenas para passar novamente à iniciativa privada e que para piorar não exija nenhuma contrapartida em relação aos trabalhadores deste Hospital”, acusou ela.

Para Nelci, a atitude da prefeitura de Canoas fere a Constituição Federal e os princípios do SUS. Ela lembra que há mais de um ano os enfermeiros e demais trabalhadores dos Hospitais da Ulbra vem sofrendo com incertezas quanto ao seu futuro. Agora, quando se desenha uma solução, ela passa ao largo da situação destes trabalhadores, agravando ainda mais a precariedade no atendimento da saúde que penaliza a sociedade.
Nelci lembra que esta não é a primeira vez que a administração canoense privatiza a saúde. Recentemente, entregou a gestão do hospital de Pronto Socorro a uma empresa privada, que terceirizou e demitiu trabalhadores.

Reunião com trabalhadores
O resultado da reunião com o MPT será debatido nesta quinta-feira, 18, com os trabalhadores da Ulbra. Neste sentido, o SERGS realiza às 14 horas, no 2º andar do Hospital Universitário, encontro com os enfermeiros e demais trabalhadores para definir encaminhamentos. “Entendemos o papel do MPT, das entidades aqui representadas, mas não vamos abrir mão de garantir os direitos dos trabalhadores. Não vamos pagar o preço pela incompetência e má gestão nem de empresas privadas e nem de gestores públicos que não tem compromisso com a saúde pública”, finalizou.
  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br