Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE E DE COMBATE ÀS ENDEMIAS DO RECIFE SUSPENDEM A GREVE PARA ATENDER ESTADO DE ALERTA MÁXIMO DA DEFESA CIVIL POR CAUSA DAS CHUVAS

Agentes comunitários de Saúde e de Combate às Endemias do Recife suspendem a greve para atender estado de alerta máximo da defesa civil por causa das chuvas

01/04/2008

Escrito por: CNTSS-CUT

Em assembléia realizada ontem (01/04), a categoria composta por agentes comunitários de Saúde de Combate às Endemias, decidiu suspender a greve iniciada no último dia 27 de março, após um ato público em frente a Câmara de Vereadores do Recife, para atender a situação de emergência em que se encontra o município por causa das fortes chuvas que têm atingido a cidade.

“Nossa categoria, sensível à situação em que se encontra a população recifense, ameaçada por constantes chuvas que provocam inúmeros transtornos, é que decidiu, em assembléia, por maioria esmagadora a suspensão da greve e a deliberação por permanecer em ”estado de greve”, revelou a presidenta do Sindacs, Jaciara Pereira.

Os agentes decidiram pela greve para lutar pelo enquadramento na Tabela de Vencimento do Grupo Ocupacional (Subgrupo - Assistente em Saúde) do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos servidores municipais da saúde da Cidade do Recife. Apesar do repasse pelo Ministério da Saúde no valor de R$ 532, 00, a Prefeitura do Recife repassa aos agentes R$ 400,00. Para pedir por regulamentação do enquadramento da tabela cerca de 800 agentes fizeram um ato público em frente à Câmara de Vereadores do Recife, no dia 27.03, e decidiram entrar em greve.

O movimento pela greve ocorreu após a conquista da efetivação dos 2.400 agentes comunitários de Saúde e de Combate às Endemias feita pelo município. “Nós reconhecemos o papel importante do prefeito do Recife no processo que culminou na efetivação dos trabalhadores e trabalhadoras ao quadro funcional da Prefeitura da Cidade do Recife. Esperamos, no entanto que a mesma sensibilidade política demonstrada no processo de nossa efetivação se repita no que diz respeito do nosso enquadramento e quanto às outras reivindicações de nossa categoria”, ressaltou Pereira.
  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br