Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > EM PASSEATA, ENTIDADES SE UNIRAM AOS FUNCIONÁRIOS DO FREI CLEMENTE

Em passeata, entidades se uniram aos funcionários do Frei Clemente

18/10/2017

Crise se estende também a outros hospitais do estado

Escrito por: Sindsaúde Passo Fundo

 

 

A população apoiou com aplausos a manifestação que reuniu na segunda-feira, 16/10, à tarde, dezenas de funcionários do Hospital de Caridade Feri Clemente em passeata pelo Centro de Soledade. Eles completam amanhã uma semana de greve.

 

Dirigentes do SINDISAÚDE organizaram o manifesto que contou com a participação do Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Soledade e Mormaço, do 28º Núcleo do Cpers, professores do Instituto Polivante, Sindicato dos Municipários vereadores e integrantes da comunidade.

 

Ao longo do percurso, a diretora de Finanças do SINDISAÚDE, Maria Tedesco, explicava a motivação do manifesto “de conscientizar a comunidade soledadense e regional sobre a situação preocupante em que se encontram os cerca de cem trabalhadores do Frei Clemente com salários em atraso”.

 

Os servidores públicos estaduais, também paralisados, aproveitaram para protestar pelo constante parcelamento de seus salários por parte do Governo Sartori.

 

Durante a caminhada, várias pessoas fizeram uso da palavra, tecendo críticas ao Governo do Estado, que agrava a situação do Frei Clemente com o atraso nos repasses.

 

O contrato do estado com o hospital para atendimento pelo SUS prevê o repasse de R$ 492 mil por mês. No entanto, desde o início do ano, o repasse é feito de forma parcial, e o atraso no pagamento é que tem causado a crise do HCFC e transformado a vida de seus funcionários em um caos.

 

Crise também em outros hospitais do estado

 

Em Cruz Alta, os funcionários do Hospital Brasilina Terra também decidiram paralisar as suas atividades em função da falta de 55% do salário de agosto e 100% de setembro.

 

O presidente da Federação dos Trabalhadores da Saúde do RS, Milton Kempfer, alertava hoje, no Encontro Estadual de Dirigentes e Trabalhadores em Saúde, em Porto Alegre, que a situação deve se estender a outros hospitais filantrópicos por conta da inadimplência do Estado.

 

Ele citou a Beneficência Portuguesa de Porto Alegre, Fundação Sapucaia do Sul, os hospitais Centenário de São Leopoldo, de Caridade de Ijui, de Caridade de Canguçu, Abosco de Santa Rosa, e as Santas Casas de Jaguarão, Rio Grande, Pelotas, Livramento e de Bagé.

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060