Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > DIRETORIA DO SINTFESP TEM AUDIÊNCIA COM O PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO VIVA PREVIDÊNCIA,

Diretoria do Sintfesp tem audiência com o presidente da Fundação Viva Previdência,

12/01/2018

Lideranças foram discutir sobre a proposta de conversão de pecúlio em Aposentadoria Programada

Escrito por: Sintfesp GO

 

A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores Federais em Saúde e Previdência Social nos Estados de Goiás e Tocantins – Sintfesp-Go/To teve audiência na quarta-feira, 10/01, em Brasília, com dirigentes da Fundação Viva Previdência para obter maiores informações sobre a proposta de conversão do pecúlio facultativo para a Aposentadoria Programada, assunto de total interesse de aposentados, peculistas e não peculistas.

 

As diretoras do Sintfesp Wilma Almeida, Terezinha Aguiar e Mara Regina foram recebidas pelo Diretor Presidente da Fundação, Sérgio Martins Gouveia, pelo Diretor de Seguridade, Nizam Ghazale e pelo Assessor de Investimentos, Moacir Maia. Durante o encontro, que durou aproximadamente três horas, a diretoria do sindicato fez vários questionamentos de interesse da categoria. Apresentamos aqui um resumo das informações, repassado pela diretora Terezinha Aguiar:

 

Previc - O plano de Aposentadoria Programada, segundo os dirigentes da Viva Previdência, foi criado dentro dos parâmetros da legislação que instituiu a chamada Previc (Previdência Complementar).

 

Aplicação do recurso em caso de adesão - Sobre a aplicação do recurso, a Fundação Viva de Previdência informou que têm sido feitas aplicações em renda fixa, em rendas variáveis e também têm sido feitos empréstimos. Sempre operações em grandes bancos, como o Banco do Brasil e o Itaú. Os diretores da instituição ressaltaram que toda a política de investimentos da fundação foi devidamente aprovada pelo seu conselho deliberativo.


Esclareceram ainda que na possibilidade de adesão à Aposentadoria Programada, o recurso é aplicado em um fundo coletivo, mas que o dinheiro de cada optante é carimbado em conta individual, nominal à pessoa que aderir. Esses valores serão transformados em quotas que, à medida que o optante receber, serão abatidas. O recurso carimbado gerará uma renda que será atualizada mensalmente e é aplicada em “renda fixa conservadora” (que gere o menor risco possível).

 

Forma de cálculo - Acerca do valor mensal que cada peculista (em caso de adesão) irá receber, segundo a Viva Previdência, é feito um cálculo atuarial que considera a expectativa de vida de cada pessoa.  Em caso de falecimento do peculista, o saldo fica para os herdeiros.

 

Contrato de adesão - A adesão é feita em contrato que envolve o participante (peculista), a Fundação Viva Previdência e o Instituidor, que pode ser o sindicato ou a Associação Nacional dos Participantes dos Planos de Previdência da Fundação Viva – Anviva. No caso da Anviva, é cobrada uma taxa no valor de R$ 60,00 para que ela assuma institucionalmente essa conversão.

 

Prazo para adesão - Até o presente momento, o prazo definido pela Previc para a adesão ao plano de Aposentadoria Programada é dia 12 de fevereiro. Mas o presidente da Fundação Viva Previdência informou que solicitou formalmente à Previc que adie a data limite para adesão para o mês de dezembro de 2019.

 

Reunião dia 17 - A avaliação do Sintfesp é de que a ida a Brasília para essa reunião com a diretoria da Fundação Viva Previdência foi bastante esclarecedora. Mas como o assunto é delicado e complexo, o sindicato irá realizar uma reunião ampliada dos aposentados e aposentadas, peculistas e não peculistas, no dia 17 (quarta-feira), às 14 horas, no auditório do Sintfesp-GO/TO, contando ainda com a mobilização de toda a categoria, já que tratará também da Geap.

 


Cláudio Marques

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060