Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > SINDISAÚDE RS: TRABALHADORES DO HOSPITAL DE OSÓRIO FAZEM PARALISAÇÃO POR 48 HORAS

Sindisaúde RS: trabalhadores do Hospital de Osório fazem paralisação por 48 horas

19/01/2018

Trabalhadores seguem com os salários atrasados, não há data para pagamento do 13º e nenhum encaminhamento por parte do governo estadual ou municipal sobre os atrasos de repasses

Escrito por: Sindisaúde RS

 

 

A crítica situação dos trabalhadores do Hospital São Vicente de Paulo - HSVP (e da própria instituição) levou as categorias representadas pelo Sindisaúde-RS a aprovarem em assembleia de 11 de janeiro uma paralisação de 48 horas, que teve início na quarta-feira, 17/01, e segue até sexta-feira, 19/01, às 7 horas da manhã, quando nova assembleia será realizada.

 

A cruzada de braços dos trabalhadores visa demonstrar à população que a situação do hospital pode levá-lo inclusive ao fechamento das portas, o que seria um desastre para a saúde pública gaúcha, especialmente do Litoral Norte, de onde o HSVP é referência.

 

" Hoje, tivemos uma adesão de cerca de 40% das categorias que representamos. Os trabalhadores seguem com os salários atrasados, não há data para pagamento do 13º e nenhum encaminhamento por parte do governo estadual ou municipal sobre os atrasos de repasses", informou o vice-presidente do Sindisaúde-RS, Julio Appel, que esteve no local. Além dele, os diretores Paulo Vargas, Carlos Alexandre Silveira e a diretora Marlise Machado estiveram na paralisação.

 

Appel explicou ainda que o hospital, que já tem um déficit de R$ 200 mil oriundos de empréstimos em anos anteriores, corre o risco de perder sua única fonte de renda certa, o repasse devido pelo Poder Municipal de cerca de R$ 380 mil pelos atendimentos na Emergência. "Além disso, o governo estadual ainda deve duas parcelas de R$ 258 mil e até o momento não disse quando vai pagá-las", afirmou. A administração municipal, por sua vez, passa a bola para o Estado, alegando que o Governo Sartori não faz os repasses nas datas previstas. 

 

Sobre o depósito realizado pela gestão, na sexta-feira (12/01), de cerca de R$ 600 para cada trabalhador, Appel lembrou que os valores não chegaram a nenhuma das categorias paralisadas representadas pelo Sindisaúde-RS, e contemplou apenas 33% da folha geral de salários dos demais funcionários do HSVP.

 

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060