Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > SINDSAÚDE ES PARTICIPA DO PROTESTO CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Sindsaúde ES participa do protesto contra a Reforma da Previdência

23/02/2018

Primeiro, foi um ato público no Aeroporto Eurico Sales de Aguiar, às 6h e, em seguida, trabalhadores se encaminharam para a grande Movimentação Nacional

Escrito por: Sindsaúde ES

 

 

Os funcionários da saúde do Sindicato dos Trabalhadores da Saúde no Estado do Espírito Santo (Sindsaúde-ES) ergueram suas bandeiras e vozes e amanheceram na luta nesta segunda-feira (19). Primeiro, foi um ato público no Aeroporto Eurico Sales de Aguiar, às 6h e, em seguida, encaminharam-se para a grande Movimentação Nacional, às 8h, uma iniciativa das centrais sindicais contra a Reforma da Previdência.

 

A segunda manifestação, teve o percurso de cerca 3km, começou na Praça Oito, no Centro de Vitória, e seguiu até o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), na Avenida Marechal Mascarenhas de Moraes.

 

"A reforma será votada ainda em fevereiro. Esperamos que as manifestações causem efeito. Não vamos aceitar que retirem mais direitos do trabalhador. A luta continua. Hoje fizemos este ato público coletivo e esperamos cada vez mais adesão. O Sindsaúde não irá descansar e estará sempre se manifestando. Este é só o começo", afirma Geiza Pinheiro, Presidenta do SindSaúde-ES.

 

A Reforma da Previdência será votada está semana na Câmara e por se tratar de emenda à Constituição, o texto exige ao menos 308 votos (de um total de 513 deputados).

 

"Nós, do Sindicato da Saúde do Espírito Santo, aproveitamos este momento para acabar de uma vez com esta reforma.  Estamos em completo desacordo com esta proposta. Temer está enfraquecido, com mais de 92% de rejeição nas pesquisas de avaliação do governo, sem popularidade nenhuma. Nossa bandeira é o trabalhador" diz Valdecir Gomes, Diretor de Comunicação do SindSaúde-ES.

 

Os manifestantes do Sindicato com suas faixas chamavam atenção da grande imprensa; aos gritos de Fora Temer, buzinas e com apoio da população que lotava ônibus e esquinas para o trabalho e escola. Com o decreto assinado por Temer, permitindo uma intervenção federal no Rio de Janeiro, os ânimos ficam cada vez mais acirrados. 

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060