Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > SINDSAÚDE MG ENTREGA REIVINDICAÇÕES AO PREFEITO DE CORINTO

SindSaúde MG entrega reivindicações ao prefeito de Corinto

08/03/2018

Representantes dos trabalhadores também denunciaram ao prefeito a sobrecarga de trabalho dos ACSs

Escrito por: SindSaúde MG

 

 

 

A situação dos trabalhadores da saúde de Corinto, região central de Minas Gerais, foi discutida em reunião entre o Sindicato Único dos Trabalhadores da Saúde (Sind-Saúde/MG) e o prefeito da cidade, Corinto Sócrates de Lima. A criação do Plano de Carreiras, regularização do vínculo dos Agentes de Combate à Endemias (ACE) e Comunitários de Saúde (ACS), reajuste salarial, sobrecarga de trabalho, adicional de incentivo e pagamento em dia foram as reivindicações dos trabalhadores apresentadas à gestão. A reunião aconteceu na sexta-feira (02/03) e estiveram presente representando os trabalhadores os diretores do Sindicato Lionete Pires e Evaldo Lopes e a delegada sindical Maria Luiza.

 

Os representantes dos trabalhadores abriram a reunião reafirmando a defesa do Sistema Único de Saúde (SUS) e a importância de valorizar também os trabalhadores que fazem o mesmo funcionar. O Sindicato apresentou uma proposta de Plano de Cargos, Carreira e Salários (PCCS) para que a prefeitura estude a construção de uma perspectiva de progresso aos trabalhadores.

 

O Sindicato também informou a prefeitura sobre as questões especificas que envolvem a carreira dos ACSs e ACEs e a necessidade de regularização do vínculo. O gestor municipal afirmou que irá procurar os órgãos competentes para solucionar a questão.

 

A prefeitura justificou o cenário econômico para negar a reivindicação de reajuste salarial aos trabalhadores. Nem mesmo uma previsão para isso foi apresentada.

 

Os representantes dos trabalhadores também denunciaram ao prefeito a sobrecarga de trabalho dos ACS. Por imposição da gestão, eles fazem 30 visitas domiciliares por dia e o ainda complementam com serviço interno na Unidade.  O prefeito informou que não partiu dele essa ordem e que discorda dessa exigência. Em sua avaliação a qualidade do serviço de fato será prejudicada.

 

Foi pedido ao prefeito que orientasse o secretário sobre o que é estabelecido pelo Ministério da Saúde e os riscos desta sobrecarga. Sobre o adicional de incentivo, o prefeito disse que aguarda os documentos protocolados. Segundo ele quando estiver em conformidade com a lei e a verba repassada, o pagamento será feito.

 

Por fim, os trabalhadores exigiram o pagamento na data correta. De acordo com o gestor, o dinheiro já está na conta para realizar o pagamento, porém a Câmara Municipal não fez a dotação orçamentária e isso impossibilita a liberação do pagamento.

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060