Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > TRABALHADORES DA SAÚDE REAFIRMAM UNIFICAÇÃO DA CATEGORIA EM ASSEMBLEIA

Trabalhadores da Saúde reafirmam unificação da categoria em assembleia

08/03/2018

A unidade sinaliza que os trabalhadores optaram pelo fortalecimento da categoria, driblando a intenção do governo de dividir para governar.

Escrito por: Sindsaúde MG

 

 

Um vigoroso movimento de mobilização levou os trabalhadores da saúde a realizarem uma assembleia unificada e forte na terça-feira (06), na Praça da Assembleia Legislativa. A Assembleia Geral de hoje foi convocada para que os trabalhadores decidissem quanto à proposta de R$ 53 de ajuda de custo apresentada pelo governo, em contrapartida à reivindicação de R$ 105, proposto por dos servidores e aprovada em assembleia do dia 19 de fevereiro.

 

Mesmo tendo deliberado, em assembleias pontuais, pela aceitação da ajuda de custo de R$ 53, como proposto pelo governo na reunião da sexta (02), trabalhadores da Escola de Saúde Pública (ESP), da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e da Fundação Ezequiel Dias (Funed) compareceram em peso à assembleia. A unidade vista na assembleia desta terça-feira sinaliza que os trabalhadores optaram pelo fortalecimento da categoria, driblando a intenção do governo de dividir para governar.

 

Por unanimidade, os trabalhadores e trabalhadoras da saúde aprovaram a proposta de ajuda de custo de R$ 53 reais, ponderando que esse valor está aquém das reivindicações da categoria porque não será incorporada aos salários. De modo estratégico, o governo tentou dividir a categoria, dando a ajuda de custo para alguns órgãos e não para todos, como colocou a proposta de modo que a mesma não possa ser mais amplamente discutida pela categoria em razão do período eleitoral. A lei fixa o prazo de 180 dias das eleições como último prazo para qualquer tipo de ajuste nos vencimentos dos servidores.

 

Os servidores exigiram e conseguiram a extensão da ajuda de custo para todos, obrigando o governo a cumprir a exigência de isonomia ao tratar de benefícios para a categoria. A imposição do valor de R$ 53 foi aceita sob ressalvas: os trabalhadores aceitam o valor, mas estão juntos, unidos e mobilizados para retomar a luta por direitos a qualquer momento. Os trabalhadores da Unimontes já estão em negociação com a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag) para rever o valor de R$ 37,50, negociado em novembro, para os atuais R$ 53 da ajuda de custo. Afinal, se a proposta do governo é de isonomia para todos os trabalhadores do Sistema Estadual de Saúde, a Unimontes não pode ser sacrificada.

 

A definição das metas para atendimento ao acordo da ajuda de custo já foi feita por todos os órgãos. No dia 09 de março, as metas aprovadas na Comissão Orçamentária e Financeira (COF) serão apresentadas aos trabalhadores da SES em reunião, às 14h, na Cidade Administrativa.

 

Quanto aos trabalhadores da Fhemig, os mesmos exigem a assinatura da proposta já pactuada entre o Sindicato e a Fundação quanto a redução da carga horária sem redução salarial.

 

Em relação aos trabalhadores da Hemominas, os mesmos já haviam sido contemplados juntamente com a Fhemig, com o valor de ajuda de custo de R$53,00 no entanto ainda mantém o pleito de R$105,00, além de cumprimento da a pauta geral, além da específica.

 

Foi também apresentada aos trabalhadores durante a Assembleia a proposta de incorporar o movimento dos trabalhadores da educação - no próximo dia 08/03 a categoria da educação fará paralisação em todo o Estado - para assegurar uma negociação conjunta, porém, não foi aprovada em votação.

 

 

 

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060