Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > SERVIDORES DA SAÚDE DE GOIÂNIA CONQUISTAM REAJUSTE DO VALE-ALIMENTAÇÃO

Servidores da saúde de Goiânia conquistam reajuste do vale-alimentação

08/03/2018

Ainda segundo informações da Prefeitura, 2.300 trabalhadores@s plantonistas terão direito ao benefício

Escrito por: Sindsaúde GO

 

A prefeitura de Goiânia autorizou na quarta-feira, 28/02, o reajuste em 100% do valor do cartão vale-alimentação dos servidor@s públicos da Saúde. Com a reposição, o valor do benefício, que era de R$ 7,50, passou para R$ 15.

 

O reajuste do vale é uma reivindicação antiga do Sindsaúde. “Apresentamos essa demanda à Secretária de Saúde, inclusive por meio de ofício, quando nos reunimos pela primeira vez no início do ano passado. Os trabalhadores não poderiam mais continuar recebendo esse valor irrisório uma vez que é impossível se alimentar dignamente com R$ 7,50 por dia” explicou a presidenta do Sindsaúde, Flaviana Alves.

 

Ainda segundo informações da Prefeitura, 2.300 trabalhadores@s plantonistas terão direito ao benefício. Após um convênio com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a empresa Biq Benefícios LTDA será responsável pela emissão e entrega de vale-alimentação, por meio de cartão eletrônico com recarga mensal, destinada à aquisição de gêneros alimentícios em estabelecimentos comerciais.

 

No entanto, a SMS afirma que aguarda a certificação da Controladoria Geral do Município (CGM) para começar a execução do contrato.

 

Reivindicações - Flaviana lembra que outra reivindicação do Sindsaúde é que a prefeitura não atrase mais o pagamento do benefício como sempre tem ocorrido. "Para evitar os atrasos constantes, tínhamos proposto à secretária que o valor fosse incluído na folha de pagamento como acontece com outras categorias. Infelizmente a sugestão não foi acatada".

 

Ainda sem respostas para as demais reivindicações, os servidor@s realizam no próximo dia 8 de março, às 8h30, uma assembleia geral com indicativo de greve. O ato vai ocorrer na Assembleia Legislativa de Goiânia.

 

Entre as principais reivindicações, estão o pagamento da reposição salarial (data-base) que deveria ter ocorrido em 2017, inclusão dos ACS, ACE e Administrativos no Plano de Carreiras, o cumprimento da Lei do Plano de Carreiras da categoria, gratificação de urgencia e emergência, a regularização do atendimento no Instituto Municipal de Assistência à Saúde e Social dos Servidores Municipais de Goiânia (Imas), realização de concurso público e pagamento da dívida junto ao IPSM.

 

 

Com informações da prefeitura de Goiânia

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060