Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > SERVIDORES DA SAÚDE FAZEM “ATO DOS INTOXICADOS” ANTES DA GRANDE MARCHA A BRASÍLIA

Servidores da Saúde fazem “Ato dos Intoxicados” antes da grande marcha a Brasília

09/10/2018

Levantamento de dados preliminares coletados nos estados de Rondônia, Acre e Mato Grosso mostrou alto percentual de óbitos em menos de 30 anos depois do uso de inseticidas

Escrito por: Sintfesp GO

 

Servidores da ex-Sucam (Funasa) contestam, no Ato dos Intoxicados, o aumento da taxa de mortalidade dos agentes de combate a endemias, como dengue, malária e febre amarela, após o contato com o inseticida DDT. Ato está sendo convocado pela CNTSS/CUT, CONDSEF e FENASPS.

 

A diretoria colegiada do Sintfesp-Go/To expressa seu apoio e total solidariedade aos chamados mata-mosquitos, que realizam um grande protesto quinta-feira (13/9), em frente ao Ministério da Saúde em Brasília. Os servidores da ex-Sucam (Funasa) contestam, no Ato dos Intoxicados, o aumento da taxa de mortalidade dos agentes de combate a endemias, como dengue, malária e febre amarela, após o contato com o inseticida DDT. A maioria trabalha sem a proteção adequada contra o produto tóxico e enfrenta graves problemas de saúde, como o câncer. Centenas deles já faleceram. A situação dos servidores chegou a ser reconhecida como questão humanitária.

 

Um levantamento de dados preliminares coletados nos estados de Rondônia, Acre e Mato Grosso mostrou alto percentual de óbitos em menos de 30 anos depois do uso de inseticidas. Entre os sintomas, tontura, úlcera, gastrite, pressão alta, tremores e até convulsão são os mais apresentados. O objetivo dos servidores é recuperar a saúde e a dignidade. O governo deve reconhecer que os mata-mosquitos foram intoxicados no trabalho e garantir tratamento adequado para eles.

 

O Ato dos Intoxicados está sendo convocado pela Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Federal - CONDSEF, Federação Nacional dos Sindicatos de Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social - Fenasps e Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social - CNTSS/CUT (ver nota anexa, em PDF).

 

Grande Marcha

 

Assim como os mata-mosquitos, várias categorias realizam atos na manhã do dia 13. Logo após os atos, os servidores públicos federais de diversos ministérios – entre eles os da Saúde e Previdência Social – seguem em grande marcha para manifestação em frente ao Supremo Tribunal Federal, que deve ocorrer por volta das 14h. Os pontos principais exigidos são:

 

  • Direito de greve
  • Negociação coletiva
  • Data-base
  • Anulação das reformas da previdência, trabalhista e da lei de terceirizações
  • Revogação da Emenda Constitucional 95 (congela investimentos públicos por 20 anos)
  • Cumprimento de acordos esquecidos pelo atual governo golpista.

 

 

Sintrasef-RJ - Cláudio Marques

 

 

http://www.sintfesp.org.br/sintfesp/adm/images/icones/ico-pdf.png

 

 

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br