Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > ELEGER OS DELEGADOS SINDICAIS DE BASE PARA FORTALECIMENTO DO SINDSAÚDE-SP

Eleger os delegados sindicais de base para fortalecimento do SindSaúde-SP

02/04/2019

Sindicato convoca trabalhador para participar ativamente do calendário de atividades do SindSaúde-SP no seu local de trabalho, na sua região e nas atividades estaduais

Escrito por: Sindsaúde SP

 

As plenárias que o SindSaúde-SP está realizando no estado de São Paulo têm como objetivo mobilizar a categoria para reagir à desvalorização do funcionalismo. Há anos os governos vêm na linha de aplicar o projeto de desmonte dos serviços públicos e retirando direitos.


Estamos reunindo os (as) trabalhadores (as) da saúde pública para dar um impulso na campanha salarial e eleger os Delegados Sindicais de Base da nova gestão 2019 / 2021, para organizar uma grande mobilização na defesa do SUS e da saúde pública.


No estado de São Paulo o número de funcionários públicos da administração direta cai de 469 mil para 380 mil entre 2014 e 2018, uma queda de quase 20% em apenas 4 anos. E na Secretaria da Saúde não é diferente, no mesmo período despencamos de 55,8 mil para 45,8 mil trabalhadores, uma queda de 18%.


Mas nem a Saúde, a Educação e a Segurança melhoraram. A ideia de que a privatização é boa não se comprova aqui. A população não percebe melhoras no atendimento, e as nossas condições de trabalho só pioram.


Calculamos que por causa da inflação os nossos salários desvalorizaram 46% entre 2012 e 2018. Isso quer dizer que perdemos quase a metade do nosso poder de compra. Mas não é só isso, vivemos uma situação permanente de sobrecarga de trabalho por falta de reposição e diminuição de funcionários. Convivemos com um ambiente de trabalho deteriorado, marcado por assédio moral por parte das chefias e também por conflitos com a população, que reivindica mais qualidade no atendimento e nos responsabiliza pela precariedade.


E o problema só piora quando analisamos as finanças públicas, porque fica evidente que o funcionalismo e a qualidade do serviço público não são prioridades para o governador. A receita prevista pelo governo para 2019 é de R$ 231,162 bilhões, valor 6,57% maior que em 2018.


O orçamento público sempre reflete escolhas políticas que o governo faz. O governo tem dinheiro em caixa, mas não abre concursos e não realiza novas contratações, também não aumenta o salário a ponto de repor nossas perdas, e tão pouco investe na melhora das condições de trabalho.

 

Mas é a nossa vida que está em jogo, e como resultado desse descaso a nossa categoria está cada vez mais adoecida. Apenas em 2017 foram registrados mais de 2 mil pedidos de licença médica de trabalhadores da Saúde (dado do DPME), em número absoluto representa quase a metade do funcionalismo no setor. O custo da falta de prioridade é a precarização da saúde pública e também da vida dos servidores.


Além dos problemas específicos da nossa categoria, toda a classe trabalhadora brasileira sofre ataques, a Reforma da Previdência proposta pelo governo do Bolsonaro é o maior exemplo de ameaça de retirada de direitos que vamos enfrentar nos próximos anos.


Mas juntos somos fortes, e podemos mudar essa situação. Com unidade organização e trabalho diário de diálogo com os trabalhadores (as) podemos reagir e mostrar para os governos estadual e federal que não se brinca com a saúde pública e com os direitos conquistados pelo povo.


Por isso que convidamos todos e todas a participarem ativamente do calendário de atividades do SindSaúde-SP no seu local de trabalho, na sua região e nas atividades estaduais.


Vamos fazer juntos! As eleições dos Delegados Sindicais de Base e uma grande Campanha Salarial, e sai mais forte do que nunca para defender os nossos direitos, o SUS e uma vida melhor para todos (as).

 

 

 

Cleonice Ribeiro - Presidenta do SindSaúde-SP

 

Roseli Aparecida Ilídio - Secretaria de Organização do SindSaúde-SP

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br