Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > SESSÃO TEMÁTICA VAI DEBATER REFORMA DA PREVIDÊNCIA

Sessão temática vai debater reforma da Previdência

11/09/2019

Uma série de mudanças propostas pelos senadores foram compiladas em novo texto (PEC 133/19), a chamada “PEC paralela”

Escrito por: SINSSP /DIAP

 

O Senado agendou para terça-feira (10), a partir das 14h, debate com especialistas, em plenário, sobre a reforma da Previdência (PEC 6/19). Serão 3 convidados com posições críticas ao texto, e outros 3 favoráveis à reforma da Previdência, de acordo com o que foi apresentado pelo governo e vem sendo aprovado na Câmara e no Senado.

 

O debate acontece na reta final da tramitação da PEC, que já foi enviada pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) para a votação em 1º turno em plenário. O presidente do Senado, senador Davi Alcolumbre (DEM-AP), inclusive já avisou que a PEC 6/19 pode ser votada a partir de quarta-feira (11).

 

Entre os convidados que criticam a proposta estão o economista, engenheiro, empresário e ex-banqueiro de investimentos, Eduardo Moreira, que avalia que a reforma segue a lógica de outras mudanças econômicas conduzidas pelo governo, que no seu entender concentram a renda, retiram recursos das classes média e baixa e privilegiam o setor financeiro. Ele lamenta especialmente que cerca de 75% a ser economizado pela reforma sairá do Regime Geral de Previdência Social (RGPS), em que a grande maioria dos benefícios mal ultrapassa 2 salários mínimos.

 

Outro convidado contrário à reforma é o economista Eduardo Fagnani, professor da Unicamp. Ele lançou recentemente, na CDH, o livro Previdência: o debate desonesto. Na ocasião, disse que a reforma faz parte de um projeto mais amplo de desmonte do Estado e abandono dos mais pobres à própria sorte.

 

Para equilibrar o debate, o Senado também vai ouvir representantes do governo que pedem a aprovação da PEC 6/19. Um deles é o secretário de Trabalho e Previdência do Ministério da Economia, Rogério Marinho, principal articulador político do governo trabalhando pela aprovação da reforma. Durante debate na CCJ, deixou claro que considera o atual modelo “insustentável e injusto”.

 

Votação em 1º turno

 

O plenário da Casa pode começar, na terça-feira (10), a analisar as propostas aprovadas na Comissão de Constituição e Justiça. As 2 propostas de emendas à Constituição (PEC) que tratam do tema terão a 1ª sessão de discussão e a principal delas (PEC 6/19) pode ser votada ainda durante esta semana.

 

A proposta traz novas regras para o acesso à aposentadoria e pensões, para o cálculo do benefício e para as alíquotas de contribuição. Também contém regras de transição para trabalhadores em atividade.

 

Uma série de mudanças propostas pelos senadores foram compiladas em novo texto (PEC 133/19), a chamada “PEC paralela”. Entre os seus dispositivos estão a inclusão de estados e municípios, a previsão de novas receitas para a Previdência e, ainda, revisão das intervenções da PEC original sobre benefícios assistenciais.

 

Tramitação

 

Ambas as propostas passarão por 5 sessões de discussão no plenario, ao final das quais, se forem apresentadas emendas aos textos retornarão ao exame da CCJ para que o relator ofereça parecer sobre as propostas de alterações apresentadas, num prazo de até 30 dias. Há discussão, no entanto, de esses prazos serem quebrados para agilizar a aprovação das matérias. Para serem aprovadas, as propostas necessitam de pelo menos 49 votos, em ambos os turnos.

 

 

 

DIAP

 

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br