Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > SEMINÁRIO DISCUTE A QUESTÃO DE GÊNERO NOS POSTOS DE TRABALHO

Seminário discute a questão de Gênero nos postos de trabalho

09/06/2009

Escrito por: Fonte: Imprensa CNTSS/CUT

Seminário discute a questão de Gênero nos postos de trabalho Clara Bisquola

O Seminário Estadual da Seguridade Social em Equidade de Remuneração, ocorrido sexta-feira (05 de junho) no SindSaúde-SP, teve como proposta gerar multiplicadores, onde foi utilizado o guia elaborado do texto de Equidade de Remuneração - pela Daina Z.Green, do Canadá, traduzido pela ISP e a FES por Fernanda Magano.


O evento foi aberto pela Secretaria de Mulheres da CNTSS-CUT Célia Regina Costa e com a Secretaria de Mulheres da FETSS-CUT Benedita Lyra Bruni. Na abertura, houve também a participação da Secretaria Nacional da Mulher Trabalhadora com a presença da Assessora Rita apresentando a CAMPANHA “Igualdade de Oportunidades na Vida, no Trabalho e no Movimento Sindical”

Entre os conceitos que foram sendo discutidos ao longo do seminário ministrado por Fernanda Magano, os objetivos gerais estavam focados na apropriação do conceito de gênero; apropriação do conceito de equidade de remuneração; apresentação da metodologia do Sistema de Avaliação de Postos; fortalecimento da consciência crítica sobre as condições históricos e culturais geradoras da desigualdade salarial entre homens e mulheres.

Este guia propõe uma metodologia que permite visualizar e implementar um programa de avaliação de postos, com o objetivo de revalorizar os trabalhos realizados em uma instituição ou em uma empresa sem o viés de gênero. A Avaliação de postos de trabalho é um processo que compara diferentes trabalhos de maneira sistemática e detalhada para proporcionar uma base de equiparação de salários, para fins de promoção e aumento de salário, finaliza Fernanda Magano

O seminário também abordou a situação atual das mulheres no Brasil, com a definição do significado de eqüidade salarial. A eqüidade salarial é a remuneração justa pelo trabalho, ou seja, condições de remuneração eqüitativas entre homens e mulheres. O conceito reconhece que existe discriminação de gênero na remuneração e nas condições de trabalho das mulheres. A eqüidade salarial reconhece que os trabalhos realizados pela maioria das mulheres são geralmente pior remunerados. A eqüidade salarial vai além da igualdade salarial pelo mesmo trabalho e exige que se pague um salário igual por um trabalho de igual valor. No final

Participaram do seminário trabalhadoras (es) do Sinpsi/SP; SindSaude/SP; Sintraemfa; Sind. Empreg. Estab. Privados Saúde e Empregados, Prestadores de Serviços e Afins do ABC.
  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br