Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > “DIA NACIONAL DE LUTA PELA VALORIZAÇÃO DA ENFERMAGEM” ACONTECE EM 17 DE MAIO COM ATO NA AVENIDA PAULISTA

“Dia Nacional de Luta pela Valorização da Enfermagem” acontece em 17 de maio com ato na avenida Paulista

07/05/2018

CNTSS/CUT, uma das entidades que compõem o Fórum Nacional da Enfermagem, participa da organização do ato que tem como tema “Enfermagem esta luta também é sua. Vem para luta. Vem para as ruas!”

Escrito por: Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

 

A avenida Paulista, em São Paulo, acolhe na quinta-feira, 17 de maio, trabalhadores e trabalhadoras da enfermagem de vários Estados para um grande ato no “Dia Nacional de Luta pela Valorização da Enfermagem”. Com o tema “Enfermagem esta luta também é sua. Vem para luta. Vem para as ruas!”, a manifestação está sendo chamada pelo Fórum Nacional da Enfermagem e terá início a partir das 14 horas no vão do MASP – Museu de Arte de São Paulo, no número 1578 da avenida, para, logo em seguida, acontecer uma passeata com estes trabalhadores e lideranças em direção à Praça da República.

 

A agenda foi definida na última reunião bimestral do Fórum realizada nos dias 26 e 27 de março, em Brasília. Diferentemente de anos anteriores em que as atividades aconteciam descentralizada, as lideranças do Fórum optaram em empenhar esforços na realização do ato em São Paulo para garantir maior visibilidade à pauta de reinvindicações estabelecida para este dia. Estão entre os pontos centrais as lutas pelo piso salarial, a regulamentação da jornada de 30 horas de trabalho, aposentadoria especial e a defesa do SUS – Sistema Único de Saúde.

 

A CNTSS/CUT – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social está entre as sete entidades nacionais que compõem o Fórum e que marcarão presença no ato em São Paulo. Acompanharam a última reunião da entidade em nome da Confederação o secretário de Relações do Trabalho, Ademir Portilho, a secretária de Políticas Sociais, Cláudia Ribeiro Franco, e a secretaria de Organização do Sindsaúde MG, Neuza Freitas. Também são representantes da Confederação a vice-presidenta, Isabel Cristina Gonçalves, a conselheira fiscal, Lucia Esther Duque Moliterno, e Eliane Cândido Castilho, do Sindsaúde GO.

 

Na opinião de Neuza Freitas, o Dia Nacional de Luta será estratégico para levar para a sociedade as questões ligadas à valorização da enfermagem, uma categoria que possui mais de dois milhões de trabalhadores e a de maior número de profissionais na área de saúde. Neuza sabe do que fala. Profissional desta área há muito tempo, já foi agraciada com o prêmio Ana Nery dedicado a enfermagem na edição de 2017. A indicação para receber a homenagem em nome dos trabalhadores mineiros foi feita pelo COREN/MG - Conselho Regional de Enfermagem de Minas Gerais. Neuza está na coordenação do Fórum Nacional de Enfermagem desde 2014 desenvolvendo um intenso trabalho junto com os demais companheiros da CNTSS/CUT.

 

Para ela, ainda falta visibilidade na sociedade das pautas defendidas pelos enfermeiros e que também são de interesse de os cidadãos, pois qualifica o trabalho e o atendimento prestado à população. “Temos a redução da jornada para até 30 horas semanais, carga horária preconizada, inclusive, pela OMS – Organização Mundial da Saúde; a luta por um piso salarial; aposentadoria especial; e a defesa do sistema público de Saúde, o SUS, como pautas estratégicas e emergenciais que trazem melhores condições e relações de trabalho. São temas que estão para ser discutidos no Congresso Nacional. O Dia Nacional de Luta será um bom momento para dialogar sobre tudo isto e poder contar com o respaldo da sociedade,” conclui a dirigente.

 

Ademir Portilho, que também está na coordenação do ato por São Paulo, participa do Fórum a bastante tempo e vê o ato do dia 17 na Capital como uma forma de construir um diálogo maior com a sociedade e dar visibilidade às questões da enfermagem. “Queremos chamar a atenção da população e mostrar que a enfermagem não é valorizada como devia. São profissionais que desempenham um papel de muita responsabilidade e são muito pouco valorizados. Estamos insistindo em Brasília junto aos parlamentares para que nossas reivindicações possam ser ouvidas. O apoio da sociedade é muito bem-vindo para nos ajudar a avançar nas nossas pautas. Estamos nos esforçando para ser um grande ato e tenho certeza que será,” afirma Portilho.

 

Cláudia Ribeiro Franco considera que a última reunião do Fórum foi positiva. As discussões avançaram em vários pontos e, principalmente, pela idealização do Dia Nacional de Luta. O formato adotado para este ano não impede ações específicas que possam vir a ocorrer, mas a ideia do ato na avenida Paulista foi muito bem aceita por todos. “Aproveitamos um período onde se discute a semana de enfermagem, de 12 a 20 de maio, para estabelecer o dia 17 de maio como ponto alto das ações. Vamos dar destaque para divulgar as nossas pautas que estão no Congresso Nacional,” avalia a secretária de Políticas Sociais da Confederação.

 

Fórum Nacional

 

O Fórum Nacional da Enfermagem é resultado da luta dos trabalhadores e suas entidades para conquistar a valorização destes profissionais a partir da articulação e mobilização em favor das pautas de interesse da categoria, que possui importante papel dentro das estruturas de saúde nas esferas pública e privada.

 

A expectativa dos organizadores é que este debate nacional sobre a valorização e a qualificação das redes possa ter o envolvimento da sociedade tendo em vista o seu papel de usuária e beneficiária das ações de saúde. A importância da enfermagem extrapola os cuidados técnicos em saúde e tem forte representação em ações das mais variadas que dão maior qualidade de vida à população.

 

Também fazem parte do Fórum o COFEN -  Conselho Federal de Enfermagem; a CNTS – Confederação Nacional dos Trabalhadores na Saúde, a FNE - Federação Nacional dos Enfermeiros, a ABEN - Associação Brasileira de Enfermagem, a ANATEN – Associação Nacional dos Auxiliares e Técnicos de Enfermagem, e a ENEENF - Executiva Nacional dos Estudantes de Enfermagem.

 

 

 

 

 

José Carlos Araújo

Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

 

 

 

 

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060