Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > LIDERANÇAS DA CNTSS/CUT PARTICIPAM DA PLENÁRIA NACIONAL CONTRA A PEC Nº32 MARCADA PARA SÁBADO (13/11)

Lideranças da CNTSS/CUT participam da Plenária Nacional contra a PEC nº32 marcada para sábado (13/11)

12/11/2021

Chamada pelas Centrais Sindicais e entidades dos servidores, Plenária deve avaliar os últimos períodos de luta e definir estratégias e agendas para evitar a aprovação da PEC nº 32

Escrito por: Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

 

A agenda de mobilização dos trabalhadores contra a PEC nº 32, da Contrarreforma Administrativa, conferiu para este sábado, 13/11, a partir das 8h30, por meio virtual, a realização da Plenária Nacional com as entidades representativas do serviço público e as servidoras e servidores das três esferas de governo para deliberarem sobre as estratégias a serem implementadas visando a derrubada desta Emenda Constitucional que destrói o Estado e serviço público. A iniciativa partiu do Fórum das Centrais Sindicais e de diversas entidades do serviço público que estão mobilizadas para evitar que a PEC nº 32 seja aprovada.

 

Nos últimos dois meses, agendas permanentes estão sendo realizadas em Brasília para se somarem aos atos e mobilizações que acontecem por todo o Brasil. A proposta dos organizadores da Plenária Nacional é que seja feita uma avaliação das lutas realizadas até o momento e se construa uma agenda para os próximos períodos que ampliem ainda mais a unidade de ação entre as entidades e os trabalhadores do serviço público. De imediato, já há um consenso para que 08 de dezembro se torne mais um “Dia Nacional de Lutas contra a PEC nº 32 e o governo Bolsonaro”.

 

A CNTSS/CUT – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social, cujas lideranças participarão da Plenária Nacional, intensificou as estratégias desenvolvidas por suas entidades nos estados nestes últimos períodos. O presidente da Confederação, Benedito Augusto de Oliveira, e lideranças de sindicatos filiados à CNTSS/CUT estão acompanhando as agendas realizadas em Brasília. Durante as atividades do Dia Nacional de Luta, 28 de outubro, no Distrito Federal, as lideranças estiveram presentes representando os trabalhadores da Seguridade Social.

 

Durante o ato oficial com a presença das lideranças das Centrais e sindicais, Benedito Augusto fez sua fala reiterando o comprometimento da Confederação e suas entidades nesta luta contra a PEC nº32. Destacou tratar-se de um dos maiores golpes desferidos contra os servidores e o Estado brasileiro. “Estamos vendo um golpe contra os servidores e serviços público. Nós estamos mobilizados nesta luta para que a PEC não passe pelo Plenário. Ela significa o fim do funcionalismo, que será terceirizado e privatizado. Portanto, dizemos “Não!”à PEC 32. No Brasil inteiro estamos unidos nesta luta,” afirma o presidente da CNTSS/CUT.

 

Na ocasião, o presidente da CUT – Central Única dos Trabalhadores, Sérgio Nobre, destacou que “estamos no pior momento de ataques contra os trabalhadores do serviço público e as estatais. Bolsonaro e Guedes querem a PEC nº 32 para introduzir nos serviço público formas de contratação cada vez mais precarizadas. Gostaria de saudar a luta organizada em todo o país. Fora Bolsonaro”.

 

Desde abril último, a Confederação está entre as entidades nacionais cutistas dos servidores públicos que formam a “Aliança das Três Esferas da CUT”. A criação da Aliança permitiu uma integração ainda maior das entidades, o que levou a realização de inúmeras medidas de enfrentamento à PEC. Além dos atos e manifestações, uma campanha publicitária foi montada e disponibilizada às entidades, uma Carta em defesa do serviço publico e do funcionalismo foi entregue ao ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva e o documento defendendo a unidade da classe trabalhadora contra a PEC nº 32 foi lido e aprovado na 16ª Plenária Nacional da CUT.  

 

A estratégia tem sido ocupar todos os espaços para dialogar com a sociedade, pressionar os parlamentares e realizar dias nacionais de luta. Brasília tem sido ocupada semanalmente pelos trabalhadores que realizam atos e contatos com parlamentares. As manifestações nos aeroportos e nos redutos eleitorais destes políticos vêm sendo fortalecidas a cada semana nos estados. As experiências dos Dias Nacionais de Luta, estabelecidos em 18 de agosto e 28 de outubro, demonstraram a força dos servidores. As lideranças dos trabalhadores sabem que a proposta do governo é aprovar o mais rápido possível esta PEC e, para isto, tem jogado peso na sua estratégia de barganhar com os parlamentares a partir da velha e conhecida política do “toma lá, dá cá”. A farra de verbas para emendas parlamentares é noticiada pela mídia privada.

 

 

José Carlos Araújo

Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br