Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > GREVE NA FUNED TERMINA E TRABALHADORES COMEMORAM UNIÃO CONSEGUIDA COM O MOVIMENTO

Greve na Funed termina e trabalhadores comemoram união conseguida com o movimento

25/05/2016

Greve de abril e maio de 2016 foi uma greve vitoriosa e segundo os próprios trabalhadores será um divisor de águas

Escrito por: Sindsaúde MG

 

 

Foram 26 dias de uma greve vitoriosa na Funed.  Na sexta-feira, 20/05, reunidos em assembleia no auditório da Fundação, os trabalhadores decidiram suspender a paralisação que começou no dia 25 de abril. As conquistas que vieram não foram as que os trabalhadores reivindicaram. A luta era e continua sendo pela implantação da jornada de 30 horas sem redução salarial.

 

Mas verdade há de ser dita, o avanço em baixar de 40 horas para 36 horas semanais não teria sido possível sem a decisão corajosa dos trabalhadores de continuar na greve a partir do dia 06 de maio. Assumiram os riscos, seguiram em frente e colheram os frutos. Os dias parados não serão descontados e o plano de carreira será revisto até o mês de julho. 

 

Conclusão: a greve de abril e maio de 2016 foi uma greve vitoriosa e segundo os próprios trabalhadores será um divisor de águas. Não se viu em nenhuma paralisação anterior na Funed tanta união. Tanta que a greve da Campanha Salarial de 2016 foi batizada como greve da unidade.

 

O clima de união era visível antes de começar a assembleia. Mas ele começou bem antes. O primeiro e decisivo passo para a unidade dos trabalhadores foi quando eles reagiram com consciência à necessidade da paralisação. A greve começou com um quantitativo que dobrou de tamanho quando mais servidores perceberam a luta era a única estratégia possível para avançar com o movimento.

 

Nas conversas antes da realização da assembleia, que decidiria pelo fim do movimento, a conclusão era de que os trabalhadores são os reais defensores da Funed porque já fazem concurso vocacionados para a saúde pública, a pesquisa e a produção de medicamentos. “O soro que produzimos aqui é usado na Amazônia e a população mineira sabe que a Funed é referência”, relata um trabalhador da diretoria de indústria. “O maior valor da instituição são os servidores que estão acima de qualquer política”, conclui.

 

Outra servidora garante que mesmo encerrada a greve, a luta vai continuar em defesa da Funed. “Vamos continuar a realizar assembleias aqui dentro porque a luta precisa manter acesa a chama que esta greve acendeu”, disse.

 

Para o SindSaúde MG, a greve desta Campanha Salarial da Funed significa mais uma batalha encerrada dentro de uma luta que continua. A luta continua para moralizar as relações dentro da instituição - para que o diálogo buscado pelos trabalhadores com a gestão reflita a igualdade de forças que esta greve de 2016 mostrou. Antes de tudo, o SindSaúde MG acredita no presente e no futuro da Funed porque seus servidores públicos a constroem e a defendem todos os dias.   

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060