Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > SINDSAÚDE GO: GREVE NA SAÚDE MOBILIZA CENTENAS DE SERVIDORES DO ESTADO

Sindsaúde GO: Greve na saúde mobiliza centenas de servidores do estado

21/09/2016

Decisão foi tomada após o governador encaminhar à Assembleia a proposta de Lei 2759/16 que altera a Lei 14.600/2003 propondo o corte de, no mínimo, 50% dos prêmios de Incentivo e Adicional

Escrito por: Sindsaúde GO

 

Em seu primeiro dia de greve, servidores estaduais da Saúde lotaram o hall de entrada da Assembleia Legislativa numa demonstração de unidade e força para lutar contra a política nefasta de retirada de direitos trabalhistas orquestrada pelo Governo de Goiás.

 

O ato, que se iniciou às 14 horas e se estendeu durante toda a tarde, contou com a participação de centenas de trabalhadores das mais de 30 unidades de saúde em todo o estado. Foi registrado também operação tartaruga e atendimento só de urgência e emergência – mantendo 30% do efetivo - nas 53 unidades ligadas à saúde pública do Estado.

 

O movimento reivindica o arquivamento definitivo do Projeto de Lei 2759/16 - de autoria da governadoria – que prevê a redução e até a extinção da produtividade, além do pagamento dos seis anos da data-base – 2007 a 2010 e 2015 e 2016 – que já acumula uma perda salarial de 48% sob o salário dos servidores da Saúde.

 

Discutindo as estratégias e as ações do movimento grevista, os trabalhadores estaduais da Saúde ocuparam o auditório Costa Lima para montar a pauta de luta da categoria. “Não haverá arrego até que o Governo arquive o projeto que reduz e extingui a produtividade e pague efetivamente os anos de atraso da data-base”, afirmou a presidenta do Sindsaúde GO, Flaviana Alves.

 

Servidores da saúde deflagram greve

 

Durante assembleia geral, os servidores estaduais da Saúde deflagraram greve na manhã da quinta-feira (15). Como prevê a Lei, a paralisação teve início após 72 horas do comunicado a Secretaria de Estado da Saúde (SES). A partir da terça-feira (20), as unidades de Saúde tiveram terão os atendimentos reduzidos garantindo somente os serviços de urgência e emergência.

 

A decisão foi tomada pela maioria dos trabalhadores após o governador Marconi Perillo encaminhar à Assembleia Legislativa a proposta de Lei 2759/16 que altera a Lei 14.600/2003 propondo o corte de, no mínimo, 50% do Prêmio de Incentivo e do Prêmio Adicional (Produtividade).

 

Os servidores já estavam mobilizados para pedir a revogação do Decreto 8.747/2016 que limitava o número de beneficiados por esta gratificação quando foram surpreendidos logo no início desta manhã com a notícia do envio do novo projeto enviado a Alego.

 

Revoltados com a nova ameaça, os trabalhadores ocuparam a sala do secretário de Saúde, Leonardo Vilela, e cobraram uma explicação. No momento, o titular da pasta cumpria agenda fora da SES.

 

Projeto


O projeto de iniciativa do governador, no que tange ao parágrafo 1º do artigo 1º da citada Lei nº 14.600/2003, limita o valor total do prêmio a ser pago mensalmente a, no máximo, 50% da produção das unidades da rede própria de saúde do Estado, considerada aquela apresentada e aprovada no Sistema Datasus, do Ministério da Saúde, devido à Secretaria de Estado da Saúde.

 

Para a presidenta do Sindsaúde, Flaviana Alves, “a redução de 50% no adicional de produtividade afetará o orçamento de mais de 7 mil famílias”. Ainda segundo ela, “ com o não pagamento da data-base de 2007,2008,2009,2010,2015 e de 2016 e o descumprimento do Plano de Carreiras, não restou alternativa a não ser decretar a greve".

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060