Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > ACONTECE > SEM ACORDO, ALESP SUSPENDE SESSÃO EM QUE SERIA VOTADO O PLC 26

Sem acordo, Alesp suspende sessão em que seria votado o PLC 26

14/10/2021

Motivo seria a falta de votos necessários para aprovar a nova reforma administrativa do governo do estado

Escrito por: Sindsaúde SP

 

Mais uma vez, a Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) decidiu adiar a votação do Projeto de Lei Complementar (PLC) 26, que estava marcada para acontecer em sessão extraordinária na noite desta quarta-feira (13). A equipe de comunicação do SindSaúde-SP confirmou a informação com duas fontes da Alesp.

 

O motivo seria a falta de votos necessários para aprovar a nova reforma administrativa do governo do estado, que corresponde a um verdadeiro desmantelamento de direitos do funcionalismo público.

 

Polêmico, o projeto tem enfrentado forte resistência do funcionalismo público e não encontra o apoio necessário dos parlamentares, especialmente porque 2022 é um ano eleitoral e muitos deles temem ter suas imagens atreladas à proposta nefasta do governo estadual, que prejudicará ainda mais a vida do funcionalismo público, há anos sem correção das perdas salariais para a inflação.

 

O projeto impacta grande parte do funcionalismo público, em especial as trabalhadoras e trabalhadores da saúde, pois o PLC 26 retira, por exemplo, a correção anual pela inflação do adicional de insalubridade, que corresponde a até metade da remuneração dos profissionais de saúde.

 

Ato

 

Nesta quarta-feira, a partir das 17h, o funcionalismo público começou o quarto ato unificado contra o PLC 26. A despeito do adiamento da votação, trabalhadoras e trabalhadores do serviço público estadual e representantes de entidades sindicais, como o SindSaúde-SP, estiveram em peso em frente ao prédio da Alesp.

 

O PLC 26 tramita desde 5 de agosto na Alesp e o texto já foi discutido duas vezes em plenário. Na semana passada, quando estava previsto o início da votação, a bancada governista não obteve o número de votos necessários (48) para passar a proposta. Assim, estabeleceu-se um acordo de lideranças e a sessão foi adiada para esta quarta-feira.

 

Até o fim desta tarde, não havia previsão se haverá tentativa de votação para a próxima semana.

 

O SindSaúde-SP está vigilante e mobilizado para continuar pressionando as deputadas e deputados a barrarem o texto. Acompanhe mais informações em nosso site e redes sociais.

 

Confira a galeria de fotos do ato clicando aqui

 

 

 

 

Fonte: https://bit.ly/30qDR70

 

 

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br