Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > AGENTES COMUNITÁRIOS > SINASCE MANTÉM LUTA DA CATEGORIA POR MELHORIAS SALARIAIS E NAS CONDIÇÕES DE TRABALHO

Sinasce mantém luta da categoria por melhorias salariais e nas condições de trabalho

07/02/2014

Sindicato e categoria permanecem mobilizados e cobram diálogo com prefeito de Fortaleza

Escrito por: SINASCE

 

A gestão do prefeito Roberto Cláudio, entende que reposição inflacionária é aumento de salário. A categoria e o resto do mundo Entendem Diferente! Reposição inflacionária é a parte de perda salarial ocorrida com os salários num determinado período de tempo em virtude da incidência da inflação, no nosso caso esse período é de um ano.

 

Essa perda pode ser “medida” de duas formas; pelo IPC - Índice de Preço ao Consumidor, que é medido sobre a renda de quem ganha de 1 a 5 salários mínimos, cujo índice de 2013 sairá no próximo dia 07/02) e pelo IPCA - Índice de Preço ao Consumidor Amplo, que no ano de 2013 ficou em 5,91% e que é “medido” sobre a renda de quem ganha de1 a 40 salários mínimos.

 

Esses índices, no entanto, correspondem apenas à reposição da inflação do período, já que nossa data base é janeiro. Em nenhum outro caso, esses índices representam ganho real para qualquer categoria. Portanto, não é preciso ser nenhum “cérebro estatístico” para entender que é preciso que os salários sejam reajustados acima desses índices para que ocorra ganho real nos salários. Já que a defasagem salarial ocorre em tempo real, ou seja, no dia a dia. E mesmo o governo repondo a inflação do período, ainda assim, os salários continuam defasados e se defasando.

 

E é por essas e outras razões que as categorias, em especial a de agentes de saúde e agentes de endemias, querem reajustes acima da reposição inflacionária. Por que se não, não haverá ganho real pra ninguém.

 

O Sinasce, sindicato dos agentes de saúde e agentes de endemias no Estado do Ceará, luta para corrigir a cruel realidade que é a imensa defasagem que martiriza e humilha os salários dessa categoria em Fortaleza.

 

Assim, desprovemos-nos de todo ânimo ao ódio e nos colocamos a disposição da gestão de Fortaleza para que, juntos e despidos de paixões e impulsividades, possamos chegar a um consenso e, por conseguinte, a um reajuste digno para essa categoria de profissionais tão esquecida pelos gestores, mas tão merecedora e tão importante pra a promoção da saúde da população de Fortaleza.

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060