Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > AGENTES COMUNITÁRIOS > DIRIGENTE DA FENASCE E SINDSAUDE GO PARTICIPA DE AUDIÊNCIA PÚBLICA

Dirigente da FENASCE e SINDSAUDE GO participa de audiência pública

12/12/2017

Atividade teve como proposta discutir o direito do Agente Comunitário de Saúde a morar fora da área de trabalho

Escrito por: FENASCE

 

Na luta para garantir aos Agentes Comunitários de Saúde o direito de residirem fora da área de abrangência, o Sindsaúde GO participou – na segunda-feira (04) – da audiência pública que discutiu a derrubada do veto do prefeito Íris Rezende ao Projeto de Lei 020/2017.

 

O projeto de lei, de autoria do vereador Vinicius Cirqueira (Pros), retira a obrigação do Agente Comunitário de morar permanentemente no bairro de atuação. Caso seja derrubado o veto do prefeito, o agente poderá morar fora da área de abrangência após ter residido pelo menos três anos na mesma região.

 

O veto será analisado pela Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) e votado apenas uma única vez no plenário. Vinicius Cirqueira garantiu que boa parte dos vereadores é favorável à derrubada do veto, já que durante toda a tramitação na Câmara o projeto foi sempre aprovado por unanimidade. “Precisamos mobilizar todos os agentes durante a tramitação desse veto, especialmente no dia em que o projeto entrar na pauta votação do plenário, para ajudar a impedir que o veto seja mantido”, frisou.

 

A presidenta do Sindsaúde GO, Flaviana Alves, disse que o projeto do vereador é legítimo porque resguarda o tempo mínimo necessário para que os agentes criem vínculo com a comunidade. “Em três anos é perfeitamente possível construir vínculo com as famílias e, após a mudança de endereço, justificar para a comunidade o porquê de o agente ter mudado. Não podemos manter nossos trabalhadores reféns de uma lei obsoleta”, destacou.

 

Segundo ela, existe um movimento nacional para derrubar a exigência da lei federal e que há também um projeto de lei em tramitação no Congresso com esse objetivo. Ela propôs formar uma comissão de agentes para ir até cada vereador e conversar sobre a necessidade da derrubada do veto.

 

Para o diretor de comunicação da FENASCE e do Sindsaúde GO, Leocides de Souza, a derrubada do veto será uma conquista histórica para os Agentes Comunitários de Saúde. E completa dizendo que “esse projeto servirá de exemplo para todos os 5569 municípios brasileiros”.

 

Sobre o debate, Leocides lamentou que o sindicato específico da categoria que defende o veto do prefeito de Goiânia, não compareceu na audiência para explicar os motivos pelos quais são contra o projeto de lei.

 

 

*Com informações da Câmara Municipal de Goiânia

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060