Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > GREVE - AGENTES COMUNITÁRIOS DE SAÚDE E DE ENDEMIAS DO RECIFE FAZEM ATO PÚBLICO PELA REGULAMENTAÇÃO DO PISO SALARIAL E DECIDEM CRUZAR OS BRAÇOS

Greve - Agentes comunitários de Saúde e de endemias do Recife fazem ato público pela regulamentação do piso salarial e decidem cruzar os braços

27/03/2008

Escrito por: CNTSS-CUT

Depois de uma conquista histrica da efetivao dos 2.400 agentes comunitrios de sade e de combate s endemias na capital pernambucana, a categoria luta agora pelo enquadramento na Tabela de Vencimento do Grupo Ocupacional (Subgrupo - Assistente em Sade) do Plano de Cargos, Carreiras e Vencimentos dos servidores municipais da sade da Cidade do Recife. Apesar do repasse pelo Ministrio da Sade no valor de R$ 532, 00, a Prefeitura do Recife repassa aos agentes R$ 400,00. Para pedir por regulamentao do enquadramento da tabela cerca de 800 agentes fizeram ontem um ato pblico em frente Cmara de Vereadores do Recife e decidiram entrar em greve por tempo.
Diretora do Sindacs, Jaciara Pereiraentrega documento ao presidente da Cmara de Vereadores do Recife, Josenildo Sinsio na presena do vereador Lus Eustquio
“Nossa reivindicao decorre de um pleito antigo de termos uma Tabela de Vencimentos prpria para os Agentes Comunitrios de Sade e Agentes de Combate s Endemias, cujos valores sejam iguais aos j praticados por vrios municpios pernambucanos, a saber, Tuparetama, Goiana, Camaragibe, alm de muitos outros que tm arrecadao muito inferior Cidade do Recife”, ressaltou a diretora do Sindicato dos Agentes Comunitrios de Sade e Combate s Endemias (SINDACS), Jaciara Pereira Alves.
Deputado estadual (PT), Isaltino Nascimento faz discurso no ptio da Cmara em defesa dos agentes comunitrios de sade e de combate s endemias
A direo do SINDASC ressalta ainda que a Portaria do Ministrio da Sade, n 1761 de julho de 2007, artigo 1, estabelece a fixao do piso salarial mensal em R$ 532,00. O valor um incentivo financeiro. A portaria foi publicada no Dirio Oficial da Unio, do dia 25.07.2007, Edio nmero 142.
“Infelizmente as negociaes com a Prefeitura do Recife no tem avanado, por isto solicitamos o empenho de todos os que integram esta Casa de Jos Mariano para sensibilizar o senhor Prefeito Joo Paulo a atender nosso pleito salarial que julgamos justo”, afirmou Jaciara Alves.
Para a categoria este pleito aponta para a criao de uma Tabela de Vencimentos prpria para os trabalhadores representados pelo Sindacs. “Como a Prefeitura alega no ser possvel a criao agora, desta Tabela, que reivindicamos nosso enquadramento na Tabela de Vencimentos do Grupo Ocupacional Sade -Subgrupo Assistente em Sade, na faixa BB, cujo valor inicial de 554,01. Deixando claro que no quereremos ser Assistentes em sade, porque nos orgulhamos em sermos Agentes Comunitrios de Sade e Agentes de Combate s Endemias. Queremos apenas as vantagens pertinentes tabela destes servidores”, explicou Jaciara Alves.
No ato pblico, o vereador e coordenador geral do Sindicato dos Previdencirios de Pernambuco (Sindsprev/PE), Lus Eustquio fez a intermediao para abrir um canal de negociao com o governo municipal e entregou ao presidente da Cmara, Josenildo Sinsio, um documento assinado pelo SINDACS pedindo apoio do legislativo.“Ns reconhecemos o esforo do prefeito do Recife Joo Paulo que efetivou os agentes, mas importante que os salrios sejam enquadrados na carreira inicial e categoria reivindica de forma justa que o piso inicial seja do mesmo valor repassado pelo Ministrio da Sade”, afirmou Eustquio.
Secretrio de Comunicao da CNTSS, Irineu Messias faz discurso no ato pblico no Recife em apoio reivindicao do piso salarial dos agentes comunitrios de sade e de combate s endemias
Durante o ato pblico, a Confederao Nacional da Seguridade Social (CNTSS/CUT), esteve representada pelo secretrio de Comunicao, Irineu Messias. “Ns apoiamos a luta dos trabalhadores que mais do que justa. No s em Pernambuco, mas no Pas inteiro. No caso do Recife, mesmo que no fosse feito este repasse pelo Ministrio da Sade, o municpio tem mais condies do que outros como Goiana e Tuparetama, no interior que pagam entre R$ 500 e R$ 600”, afirmou Messias. O lder do governo na Assemblia Legislativa, o deputado estadual (PT), Isaltino Nascimento, tambm participou do ato onde prestou seu apoio s reivindicaes dos agentes.
  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br