Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUE CENTRAL > SINDSAÚDE-ES PARTICIPA DE ATO UNIFICADO DO DIA INTERNACIONAL DA MULHER

SindSaúde-ES participa de ato unificado do Dia Internacional da Mulher

09/03/2018

As representações femininas do Sindicato lutam, principalmente, contra a Reforma da Previdência, contra o racismo, contra as terceirizações e por melhores condições de trabalho

Escrito por: SindSaúde-ES

 

 

Na quinta-feira, dia 08 de março, o Sindicato marchou junto as mulheres na passeata do Dia Internacional da Mulher. A diretoria levou as trabalhadoras e trabalhadores do SindSaúde-ES para protestar neste dia marcado por lutas e conquistas. As mulheres comparecerem em peso ao ato público que teve concentração na Praça Jucutuquara, às 13h, e seguiu até o Palácio Anchieta/Centro de Vitória.

 

A Diretora Presidenta, Geiza Pinheiro, afirma que essa é uma batalha primordial. "Muitas mulheres se sacrificaram para estarmos aqui hoje. Conquistamos arduamente o direito ao voto, o direito de disputar cargos públicos, mais ainda falta muito, principalmente os salários justos e direitos igualitários. É isso que nós (mulheres) queremos: direitos iguais; é melhor lutar agora que morrer trabalhando" pondera. 

 

As representações femininas do Sindicato lutam, principalmente, contra a Reforma da Previdência, contra o racismo, contra as terceirizações e por melhores condições de trabalho. Compareceu na marcha representantes de movimentos político, sindicais, negro, estudantil e feminista. O ex-Prefeito de Vitória, João Coser, estava presente apoiando a causa.

 

Mesmo embaixo de muita chuva os manifestantes não esmoreceram, é o que destaca Elbia Miguel, secretária da mulher trabalhadora, gênero, raça e orientação sexual. "Não há tempo ruim para nós (mulheres). Nos deparamos com muitas adversidades no cotidiano e vencemos com maestria. Com essa manifestação, queremos lembrar a todos e todas que o Dia Internacional da Mulher não é uma data comemorativa. Este dia é o lembrete da força feminina. Unidas somos mais fortes" disse. 

 

A Secretária de condições de trabalho e saúde do trabalhador(a), Cynara Azevedo, ressalta que houve grande aderência ao movimento feminista. "Muita gente passava na rua apoiando a manifestação. A luta estava integrada; todos os sindicatos estavam unidos em prol de uma causa: a defesa dos direitos das mulheres" frisa. 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060