Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > UM 2017 REPLETO DE ESPERANÇAS E VITÓRIAS PARA A CLASSE TRABALHADORA

Um 2017 repleto de esperanças e vitórias para a classe trabalhadora

23/12/2016

Trabalhadores demonstraram força e organização na luta contra o golpe e pela manutenção dos direitos; ataques do governo federal contra a Seguridade Social foram intensos em 2016

Escrito por: Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

 

Companheiros e companheiras,

 

2016 tem se mostrado um ano de lutas fundamentais para a classe trabalhadora. Vivemos momentos intensos de mobilizações para ver preservados nossos direitos. Os trabalhadores, movimentos sociais progressistas e partidos de esquerda organizaram a resistência ao golpe parlamentar-jurídico-midiático que vinha se desenhando e que culminou com o impeachment da ex-presidenta Dilma Rousseff, eleita pelo voto direito de mais de 54 milhões de eleitores.

 

Esta luta fez ecoar por todo o planeta que o Brasil estava sendo vítima de uma ação golpista da direita conservadora que levou ao poder o ilegítimo e usurpador Michel Temer e seu projeto “Uma Ponte para o Futuro”, que consiste em um receituário ultraconservador e neoliberal em sua mais pura essência. Como resultado deste processo espúrio, vemos os direitos dos trabalhadores e os programas sociais tão caros à sociedade sendo eliminados numa velocidade nunca antes imaginada.

 

A CNTSS/CUT, em conformidade com as diretrizes estabelecidas pela CUT, tem atuado firmemente contra esta estrutura que vem sendo construída pós-golpe. O tema Seguridade Social foi incorporado nas lutas travadas por nossa Central. As defesas da Saúde, Seguridade e Assistência Social foram levadas a todos os atos e mobilizações contidos na agenda de mobilizações efendida pela CUT e demais Centrais Sindicais.

 

Os combates travados contra a terceirização, a PEC nº 55 (241) e o PLC nº 54 (257) foram prioritários e envolveram a Direção da Confederação e os trabalhadores das suas várias entidades filiadas. A mesma disposição que vemos agora nas mobilizações contra as propostas do ilegítimo Temer de Reforma da Previdência e da flexibilização da CLT. São bandeiras importantes que se somam às demandas específicas das categorias por melhores salários e condições de trabalho e pelas manutenções do emprego e direitos conquistados.

 

Os trabalhadores dos setores público e privado ligados à Confederação exerceram um papel protagonista em defesa da Seguridade Social e participaram ativamente das convocações feitas pela CUT em diversos momentos de sua agenda de lutas. A Confederação mobilizou suas entidades para estarem em Brasília e em seus Estados em vários momentos durante este ano defendendo a pauta dos trabalhadores.

 

Nós, trabalhadores da Seguridade Social, fechamos o ano com a realização do nosso 7º Congresso da CNTSS/CUT. Estiveram presentes mais de 350 delegados e delegadas para debaterem sobre as conjunturas nacional e internacional com a finalidades de ver aprovado o um Plano de Lutas da Seguridade Social para o próximo quadriênio. Também foram eleitos os companheiros e companheiras para comporem a Direção Nacional e o Conselho Fiscal. Uma escolha feita por unanimidade pelos delegados e delegadas da Plenária.

 

O Congresso também foi uma oportunidade de avaliarmos nossas lutas e conquistas. Muito foi feito neste período recente que permitiu ampliarmos nossas vitórias e avançarmos na organização dos trabalhadores da Seguridade Social. Temos vários motivos para comemorar. Mas também sabemos dos muitos desafios que nos esperam. Nosso Plano de Lutas aprovado no Congresso, com certeza, nos dará a dimensão do que devemos fazer e aonde queremos chegar. 

 

Deixamos 2016 renovados de esperanças na construção do projeto da classe trabalhadora. Que o ano de 2017 possa consolidar ainda mais este desejo por uma sociedade mais justa, fraterna, democrática e que respeite as diferenças. Afinal, somos fortes, somos CUT. Um grande final de ano a todos e todas e nos veremos já nos primeiros dias de janeiro. Até lá.

 

 

Direção da CNTSS/CUT

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060