Twitter Facebook

CNTSS > LISTAR NOTÍCIAS > DESTAQUES > CNTSS/CUT REITERA CHAMADO DA CUT PARA MOBILIZAÇÃO NESTE 05 DE DEZEMBRO CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA

CNTSS/CUT reitera chamado da CUT para mobilização neste 05 de dezembro contra a Reforma da Previdência

04/12/2017

Entidades mobilizam trabalhadores e sociedade para agenda de atos nas principais capitais e cidades do país contra a Reforma da Previdência e em defesa dos direitos da classe trabalhadora

Escrito por: Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

 

A CNTSS/CUT – Confederação Nacional dos Trabalhadores em Seguridade Social orienta seus Sindicatos e Federações filiados para atenderem ao chamado da CUT – Central Única dos Trabalhadores e manterem as manifestações e mobilizações em seus Estados nesta terça-feira, 05 de dezembro, em conformidade às agendas estabelecidas para denunciar a proposta de Reforma da Previdência formatada pelo governo ilegítimo de Michel Temer e também de defesa dos direitos da classe trabalhadora. Nota divulgada pela CUT Nacional esclarece que está mantido o estado de alerta de suas entidades e trabalhadores para não deixar que a Contrarreforma da Previdência seja votada. O recado dado a Temer e aos deputados se mantém: “se botar para votar, o Brasil vai parar”.

 

O documento divulgado na sexta-feira, 01 de dezembro, pela Central para suas Estaduais e Ramos expressa que as atividades de pressão devem ser mantidas sobre os parlamentares e suas bases para que não votem a favor da Reforma. As estratégias de “panfletagem, manifestações em frente as suas residências, interpelação dos parlamentares em locais públicos, recepção nos aeroportos, denúncia dos deputados que fazem parte da base de apoio do governo e pretendem votar a favor da reforma, envio de mensagens para seus gabinetes, pressão sobre seus cabos eleitorais” devem continuar acontecendo. “Mais do que nunca precisamos permanecer em estado de alerta, vigilantes e mobilizados para impedir a votação, ” destaca a nota da Central.

 

As entidades filiadas à CNTSS/CUT já vinham dialogando com os trabalhadores e a sociedade para incentivar a participação nas atividades desta terça-feira, 05 de dezembro. Um trabalho pautado em distribuição de material de divulgação em locais públicos e postos de trabalho, realização de reuniões e assembleias com os trabalhadores e acompanhamento das redes sociais para ampliar o debate com o trabalhador e a população sobre os retrocessos presentes na Contrarreforma da Previdência de Michel Temer. Os trabalhadores da Seguridade Social têm sido atingidos fortemente pelas medidas e ataques deste governo que retiram direitos e trazem o desmonte de políticas públicas.

 

A direção da CNTSS/CUT havia divulgado na quinta-feira, 30 de novembro, Nota para seus Sindicatos e Federações conclamando as lideranças para intensificarem os trabalhos de mobilização junto às suas bases nos Estados nesta reta final de preparação para o 05 de dezembro.  O texto da proposta de Reforma que está no Congresso Nacional para apreciação e votação coloca em risco o futuro dos trabalhadores que terão mais dificuldades para se aposentar e sofrerão uma redução drástica dos valores do benefício. A CUT e a Confederação têm insistido junto à população que o governo não fala a verdade quando justifica suas medidas por conta de um suposto déficit nas contas da Previdência Social. Isto já foi desmentido por técnicos e especialistas e agora confirmado pelos Senadores que participaram da CPI sobre este tema.

 

 

José Carlos Araújo

Assessoria de Imprensa da CNTSS/CUT

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:

Copyright @ CUT Central Única dos Trabalhadores | 3.820 - Entidades Filiadas | 7.890.353 - Sócio | 24.062.754 - Representados
CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP | Telefone (0xx11) 2108 9200 - Fax (0xx11) 2108 9310
CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF | Telefone: (0xx61) 3322 5062 e (0xx61) 3322-5060