Twitter Facebook

CNTSS > ARTIGOS > GOVERNO BOLSONARO INDICA QUE MANUTENÇÃO DO GOVERNO ULTRALIBERAL SÓ SERÁ POSSÍVEL COM SUPRESSÃO DAS GARANTIAS DEMOCRÁTICAS

Governo Bolsonaro indica que manutenção do governo ultraliberal só será possível com supressão das garantias democráticas

Escrito po: Sandro Alex de Oliveira Cezar

26/11/2019

A ameaça de reprimir protestos com a adoção de um novo AI-5 já aponta o desespero com pífio resultado do Plano Econômico Paulo Guedes

 

Os sinais são evidentes da dificuldade da manutenção do pacote econômico de Paulo Guedes. Não há nenhuma fumaça no ar de acerto da política econômica. Ao contrário, o dólar dispara, alcançamos o maior número de contratos precários da história do Brasil, já existe uma certeza de que não dará certo. A carne já fugiu da mesa e fomos transformados no país dos comedores de ovos.

 

Aprovada a Reforma da Previdência, o “Deus Mercado’ quer aprofundar a Reforma Trabalhista acabando ainda mais com qualquer garantia de trabalho digno. Mas não há magia: a redução do poder de compra dos trabalhadores arremessa o Brasil ainda mais para o fundo do poço, pois a acentuada queda da massa salarial leva junto a combalida economia brasileira.

 

A crise veio para ficar e os ultradireitistas ao não encontrarem saída tentam destruir o Estado, o colocando como o culpado de todo o caos provocado pela ganância desenfreada daqueles que fazem do mercado financeiro o ambiente de negócio.

 

Só é possível retomar o crescimento com a adoção de políticas anticíclicas, com investimento estatal que estimule o crescimento da chamada economia real que gere emprego e renda.

 

As privatizações propostas por Paulo Guedes e Bolsonaro, além de transferir para a iniciativa privada o patrimônio público, deixarão o governo sem nenhum instrumento para reagir a crise econômica.

 

No Brasil, a crise econômica anda junto com a crise política. Não é possível imaginar que seja possível investir em um país que as regras democráticas não sejam respeitadas, afinal não é trivial se retirar da disputa eleitoral o candidato que estava liderando todas as pesquisas eleitorais. Para demonstrar enorme desprezo às instituições da Republica, ainda nomeia para o cargo de ministro da Justiça o juiz que desequilibrou a balança em favor do fascismo.

 

Não se tem uma semana que se passe sem uma ameaça à democracia, quer seja pela primeira família Bolsonaro, quer seja pelo próprio presidente da República, pelo vice-presidente da República e agora até pelo “genial ministro da Economia”, que não escreveu um livro sobre fundamentos do mercado, não passando de um grande especulador.

 

A ameaça de reprimir protestos com a adoção de um novo AI-5 já aponta o desespero com pífio resultado do Plano Econômico de Paulo Guedes. Eles já dizem que não será possível manter a toque de caixa a destruição do Estado Brasileiro com as garantias democráticas, já explodiram reações populares em toda a América Latina contra o programa da ultradireita.

 

Os ventos que sopram em toda América soprarão aqui queiram ou não, não tem GLO (Garantia de Lei e da Ordem) que seja possível segurar a fome e a desesperança.

 

A oposição tem o direito de ser oposição, sem isso não há democracia. Não tem como atribuir ao líder da oposição a culpa pelo fracasso de um governo tacanho, sem visão de mundo e que não respeita nem a lei da gravidade, mas experimentará a queda livre.

 

 

 

Sandro Alex de Oliveira Cezar é presidente da CUT – Central Única dos Trabalhadores do

Rio de Janeiro e presidente da CNTSS/CUT – Confederação

Nacional dos Trabalhadores da Seguridade Social

 

 

 

  • Imprimir
  • w"E-mail"
  • Compartilhe esta noticia
  • FaceBook
  • Twitter

Conteúdo Relacionado

Nome:
E-mail:
Título:


CNTSS – São Paulo - Rua Caetano Pinto nº 575 CEP 03041-000 Brás, São Paulo/SP
Telefones: (0xx11) 2108-9156 - (0xx11) 2108-9301 - (0xx11) 2108-9195 - (0xx11) 2108-9253 - FAX (0xx11) 2108-9300
E-mails: direcao@cntsscut.org.br – tesouraria@cntsscut.org.br – imprensa@cntsscut.org.br

CNTSS – Brasília - SCS - QD.01 Bloco "I"- Ed. Central - 12º andar - Salas 1.201 e 1.208 - CEP: 70.304-900 – Brasília/DF
Telefone: (0xx61) 3224-0818 | E-mail: df@cntsscut.org.br